Blog do Marcelo Lira

Blog do Marcelo Lira
Apenas minha OPINIÃO, todos tem o DIREITO de discordar dela, mas todos tem o DEVER de respeitá-la...

quinta-feira, 31 de maio de 2018

MAIS UM JEI'S SEM MEDALHAS E DESSA VEZ SEM EQUIPES DE PRIMEIROS SOCORROS NOS LOCAIS DE JOGOS...

Os JEI's, Jogos Escolares de Imperatriz, na sua versão 2018 ainda não acabou, mas já tem muita coisa que poderia ter sido feita com mais atenção ou mais cuidado:

1. Falta de Medalhas: Ano passado faltaram medalhas, havia um conjunto de medalhas "itinerantes" que os "responsáveis" pela "organização" conduziam aos locais de provas e jogos finais, elas eram usadas nas sessão de fotos e depois, pasmem, eram retiradas dos pescoços das crianças e levadas para um outro local para uma nova sessão de fotos.
Esse ano foi um pouco menos ruim, houve medalhas para alguns esportes e outros não, tenho conhecimento que a modalidade Futsal na categoria pré-mirim teve premiação, mas a modalidade Vôlei na categoria pré-mirim feminino não teve premiação.
Pra quem não conhece, a categoria pré-mirim é a de atletas até 10 anos de idade, são crianças que tem expectativas e que geralmente estão participando de uma competição escolar pela primeira vez, tem suas primeira experiência esportiva marcada pela frustração de não ter recebido sua medalha.
Não tem como colocar a culpa nos prazos ou nos fornecedores, ainda mais por 2 (dois) anos seguidos, os JEI's é um evento tradicional do esporte estudantil da cidade e que acontece há aproximadamente 4 décadas, portanto todos sabem que ele acontecerá, isso facilita, ou deveria facilitar o planejamento para que não faltasse nada para um vento tao importante para as crianças e adolescentes de Imperatriz e que só acontece uma vez por ano e que dura apenas 2 semanas.
Não há desculpas para isso...

2. Falta de equipe de primeiros socorros (GRAVÍSSIMO): Nos dias que acompanhei alguns jogos presencie situações em que os jovens atletas se machucavam, algo muito normal no esporte, nessas situações olhei para os lados e procurei uma equipe de primeiros socorros como as que se faziam presentes em outras edições dos JEI's, não a encontrei porque ela não existia, no local onde eu estava não havia equipe para atender emergências que podem acontecer em qualquer evento esportivo.
Isso é muito mais sério, ou melhor, mais grave do que a falta de medalhas, atendimento de primeiros socorros rápido e forma eficiente pode ser a diferença entre uma contusão comum e uma situação mais grave, inclusive impedir que aconteça uma fatalidade.
Não é exagero da minha parte falar em fatalidade, há alguns anos um adolescente teve um ataque cardíaco durante um treino de Futsal em uma escola na periferia de Imperatriz e veio a óbito, se isso ocorreu durante um treino ou aula de educação física, nada impede que venha a acontecer em uma competição escolar.
Nos casos em que presenciei os pais e os professores tiveram que improvisar atendimento às crianças.
Perguntei para outras pessoas que estavam em outros locais de competição e a resposta foi que também não havia equipe de primeiros socorros onde estavam.

3. Os Para-JEI's: Em uma das propagandas institucionais que divulgavam os JEI's foi divulgado que pela primeira vez seria realizado na cidade o Para-JEI's, um evento esportivo inclusivo destinado a pessoas especiais e com deficiência física.
Parabéns à Prefeitura e à Secretaria de Esportes por essa visão e compreensão do papel do esporte como ferramenta de inclusão social, mas esse evento pode até ser o primeiro realizado na cidade com esse nome, mas não é o primeiro a ser realizado na cidade com essa finalidade.
Lembrei que nos dois últimos anos da gestão Madeira à frente da Prefeitura de Imperatriz, quando o Secretário de Esportes era Saulo Dino foram feitos eventos de inclusão através do esporte, consultei Márcio Papel, que era o Secretário Adjunto na época e me confirmou o que pensava.
Também bisquei informações com o grande mestre Isnande Barros, que fez parte da equipe de Saulo e Márcio entre 2015 e 2016, e ele foi mais além, confirmou-me que na gestão de Jomar Fernandes foram realizadas 4 edições dos Jogos Especiais.
Portanto o Para-JEI's, evento cuja Secretaria de Esportes merece ser parabenizada, deve ser apoiado e reconhecido, mas não é o primeiro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

PENSO, LOGO EXISTO (René Descartes)...

PENSO, LOGO EXISTO (René Descartes)...

Seguem esse blog: