Blog do Marcelo Lira

Blog do Marcelo Lira
Apenas minha OPINIÃO, todos tem o DIREITO de discordar dela, mas todos tem o DEVER de respeitá-la...

sábado, 5 de julho de 2014

VEREADOR RILDO AMARAL DIZ QUE ESPELHO DO CONTRA-CHEQUE DOS PROFESSORES "ZERADO" PODE SER UM "BLEFE" PARA FORÇAR OS PROFESSORES A ABANDONAR A GREVE, MAS SE A PREFEITURA NÃO DEPOSITAR OS SALÁRIOS ATÉ O 5° DIA ÚTIL (07/07/14), RECORRERÁ AO MINISTÉRIO PÚBLICO PARA QUE OS DOCENTES RECEBAM SEUS SALÁRIOS...

Em uma conversa entre o BLOG DO MARCELO LIRA e o vereador Rildo Amaral sobre a preocupante situação dos professores do município de Imperatriz, diante da postura intransigente e desrespeitosa do Prefeito e do seu Secretário de Educação, que não satisfeito em humilhar os docentes oferecendo-lhes um vergonhoso "reajuste de 0%", cortaram o ponto dos mesmos, deixando-os sem o salário referente ao mês de junho, que deve ser pago até o 5º dia útil deste mês de julho, no caso em questão, 07/07/2014.
Segundo o vereador, em conversa com sua assessoria jurídica, a liberação do espelho do contra-cheque dos professores expondo a ausência do salário, pode ser um BLEFE para força-los a abandonar o movimento de greve e retornar às salas de aula, sem reajuste.
Lembrando que como a greve não foi considerada ilegal pela justiça, o executivo municipal não poderia   deixar os professores sem seus salários, e que se a Prefeitura os depositar até final do expediente bancário  do dia 07 de julho (segunda-feira), não estaria infringindo a lei.
Caso contrário, se a intransigência e a insistência em desrespeitar a lei e a dignidade dos trabalhadores da educação se repetir, o vereador vai entrar com uma ação judicial através do Ministério Público para obrigar a Prefeitura a pagar o salário dos trabalhadores da educação.
A cidade de Imperatriz há muito tempo vem escolhendo mal seus gestores, mas a insensibilidade e o desrespeito da atual gestão municipal com os educadores é ímpar.
A maior parte dos recursos da educação tem origem Federal, e 60% deles devem ser destinados à remuneração dos professores, portanto não faltam nem atrasam, o STEEI já comprovou que a cidade teve aumento dos recursos destinados à educação. Mas a Prefeitura insiste em afirmar que  não há disponibilidade de recursos para dar o salário que os docentes merecem.
A educação do município, como todo o restante dos serviços municipais, está sucateada, e destinada a privilegiar aliados políticos, o sistema de TERCEIRIZAÇÃO da educação disfarçada de "municipalização" é uma forma de repassar recursos públicos para "parceiros" do prefeito, dos secretários e dos vereadores através do aluguel de imóveis, que na sua maioria, não tem a condição adequada para sediar uma escola.
O excesso de alugueis de imóveis aliado à contratação excessiva de apadrinhados de políticos, muito provavelmente, pode ser o motivo pelo qual não há recursos para reajustar o salário dos professores.

Um comentário:

  1. So existe o rildo nao é possivel, so ex. professores meu são 3 la. Opa desculpa , agora sao vereadores, professores nunca mais, quem os viu, opa ja foi

    ResponderExcluir

PENSO, LOGO EXISTO (René Descartes)...

PENSO, LOGO EXISTO (René Descartes)...

Seguem esse blog: