Blog do Marcelo Lira

Blog do Marcelo Lira
Apenas minha OPINIÃO, todos tem o DIREITO de discordar dela, mas todos tem o DEVER de respeitá-la...

terça-feira, 16 de julho de 2013

QUEM É "VIP"? DEPENDE SE O ANO É ELEITORAL OU NÃO...

Há alguns anos uma notória figura da política imperatrizense, ex-prefeito e grande pecuarista, em um período pré-eleitoral, foi a um leilão de gado de elite e saiu indignado com o tratamento que os animais P.O. (Puro de Origem) recebiam, no auge da sua "indignação" desferiu uma célebre frase que foi repetida pela imprensa tradicional em uma época e que a blogosfera não existia: "PURO DE ORIGEM É O POVO"...
Era muito jovem na época e pouco atento à política, mas lembro dos mais velhos divididos, os puxa-sacos o exaltavam e os críticos o chamavam de demagogo, outra coisa que me lembro é que passadas as eleições municipais e a sua vitória, ele nunca mais demonstrou a mesma indignação, mesmo continuando a frequentar o mesmo tipo de evento...
O fato é que o povo é sempre VIP em ano par (eleitoral) e deve ser separado por grade e  manter distância em anos ímpares (não eleitorais), se desobedecer, leva borrachada e vai pro camburão.
Os políticos pouco mudaram em Imperatriz, mas o povo está mudando...
Só os "fortes" vão entender...

43 comentários:

  1. EXATAMENTE, UMA EXEMPLO FOI O DO AÉCIO CHEIRADOR DE PÓ QUE QUER SER PRESIDENTE, QUE DISSE QUE O POVO NÃO PODERIA PARTICIPAR DO PLEBE CITO ELE CLARO RECEBEU APOIO DO SERRA QUE QUER SER PRESIDENTE ,TAMBÉM O GERALDO ALCKMIN E ÓBVIO DA REDE GLOBO, ESTA GRUPO NOJENTO SÃO ESSES PESSOAL DO PSDB.

    PSDB (SERRA, AÉCIO E ETC, ) FAZEM PARTE DO BANDO CRIMINOSO QUE É A EMPRESA DE ESPIONAGEM AMERICANA QUE PRESTAVA SERVIÇO PARA FERNANDO ENRIQUE PARA LASCAR O BRASIL E FAVORECER OS ESTADOS UNIDOS E AGORA ELES QUEREM A QUALQUER CUSTO DETONAR O GOVERNO FEDERAL PARA POR NO LUGAR UM PRESIDENTE DO PSDB PARA RECOMEÇAR UMA NOVA HISTORIA DE DESGRAÇAS NO BRASIL. E ELES ESTÃO DE OLHO NO PRE-SAL.PARA ISSO A GLOBO(REDE PODRE) TENTA CONFUNDIR O POVO.

    ResponderExcluir
  2. O POVO NÃO É BOBO FORA MADEIRA , SERRA AÉCIO E REDE GLOBO
    O “tapa na cara” de Aecinho
    15 de Jul de 2013 | 09:36

    Aécio Neves, ontem, ao participar da convenção tucana , estava inspirado na hipocrisia.

    Além de desejar que José Serra “seja feliz” na eleição de 2014 (o amor é lindo, não é?). O tucano mineiro partir pra cima do governo federal pelo que disse ser ”quase um tapa na cara” do país: os 22 mil cargos comissionados da União.

    Será que Aecinho não lê o Estadão? A gente lê para ele:

    “O governo de Minas Gerais irá criar mais 1.314 cargos comissionados até 2014. A decisão consta do decreto de lei delegada 182 assinada pelo governador Antonio Anastasia (PSDB) e publicado no último sábado no Minas Gerais, diário oficial do Estado. Os novos cargos representam um aumento de 28,85% no número de postos comissionados de chefia, direção e assessoramento já existentes. Do total de cargos comissionados (17,5 mil), o porcentual representa um acréscimo de 7,4%.”

    Quer dizer então que Minas, com 10% da população nacional, tem um número de cargos comissionados equivalente a 80% dos federais?

    Será que Aécio considerou a decisão do governador que ele patrocinou e elegeu, ”quase um tapa na cara” do povo mineiro, ao criar mais uma batelada deles?

    Será que Aecinho, com essa mania de bajular Fernando Henrique, pegou do chefe o defeito de “esquecer”. Porque Anastasia criou estes cargos através da Lei Delegada n° 182, uma das dezenas e dezenas de projetos que Aécio e seu sucessor fizeram aprovar, para governar sem controle legislativo?

    Ou o Estadão está errado e fez isso porque é um jornal de esquerda, pró-Dilma, só para implicar com Aecinho?

    ResponderExcluir
  3. Ex-funcionária da Receita Federal que sumiu com processos contra a TV Globo é condenada à prisão


    Cristina Meinick
    A Justiça Federal condenou à prisão uma ex-funcionária da Receita Federal por crimes contra o fisco envolvendo quatro empresas: Forjas Brasileiras, Mundial Produtos de Consumo, P&P Porciúncula e TV Globo.

    Denunciada em 2007 pelo Ministério Público Federal (MPF) no Rio de Janeiro, Cristina Maris Meinick Ribeiro chegou a ser presa preventivamente naquele ano para evitar riscos às investigações.

    Solta em setembro de 2007, foi exonerada de seu cargo. O julgamento ocorreu em junho deste ano pelo juiz da 3ª Vara Criminal Federal, que a condenou a quatros anos e 11 meses de prisão, além de multa.

    Ribeiro recorreu da decisão. Segue em liberdade até novo julgamento, ainda sem data marcada.

    A ex-funcionária da Receita foi acusada de ter desaparecido com três volumes dos processos de autuação contra a TV Globo da delegacia da Receita em Ipanema, em janeiro de 2007.

    A emissora foi multada, em outubro de 2006, em R$ 615 milhões por supostas irregularidades na compra de direitos de transmissão da Copa de 2002. Segundo os fiscais, a emissora fez manobras para não pagar R$ 183 milhões em Imposto de Renda.

    Ainda segundo o MPF, Cristina Maris Meinick foi filmada, às 15h14 de 2 de janeiro, entrando com uma bolsa vazia na sala onde estavam os processos. Ao sair, às 17h17, carregava duas bolsas com volumes.


    CRÉDITO FALSO

    A condenação de Cristina Maris Meinick também se deve a suposto favorecimento a mais empresas.

    Em 2005, a Forjas Brasileiras recebeu R$ 4,2 milhões em créditos tributários gerados falsamente no sistema da Receita. Com isso, a empresa poderia compensar débitos com o fisco, em vez de pagá-los.

    A compensação foi "parcelada" em quatro vezes. O primeiro crédito foi lançado em 31 de agosto de 2005, mesmo dia em que a servidora, segundo o MPF, inseriu os dados no sistema. Os demais, programados para setembro.

    Em janeiro de 2006, a ex-servidora teria adulterado o endereço da empresa P&P Porciúncula para dificultar as notificações do fisco à companhia, que estava respondendo a um processo.

    Em abril, foi a vez de a Mundial S.A. Produtos de Consumo ter créditos tributários lançados em seu nome.

    Segundo a Justiça, "não consta da denúncia que a ré tenha se locupletado economicamente dos atos criminosos por ela levados a cabo".

    O MPF pediu a quebra do sigilo de Cristina Maris Meinick, mas a Justiça negou, porque não havia na acusação indícios de que ela obteve ganhos.

    A Folha apurou que a ex-funcionária responde por ao menos outras dez denúncias do Ministério Público Federal. Ela aparece ligada a supostas fraudes envolvendo mais de 70 empresas. A reportagem não teve acesso aos nomes.As informações são da Folha

    ResponderExcluir
  4. Ministério Público no DF abre apuração sobre suspeita de sonegação envolvendo a Rede Globo


    A Procuradoria da República no Distrito Federal (PR-DF) confirmou hoje (16) que abriu apuração criminal preliminar para investigar suspeitas de sonegação envolvendo a Rede Globo. O procedimento foi iniciado na segunda-feira (15), com a distribuição do caso para um procurador responsável. As informações são da Agência Brasil

    A apuração foi solicitada na última sexta-feira (12) por 17 entidades da sociedade organizada, entre elas, o Centro de Estudo das Mídias Alternativas Barão de Itararé, o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra e o Fórum Nacional pela Democratização da Comunicação. Eles alegam que o Ministério Público deve agir porque há indícios de lesão a bens federais.

    De acordo com o grupo, as apurações tornaram-se necessárias devido a divulgação recente de documentos, até então sigilosos, sobre multa de mais de R$ 600 milhões à Rede Globo pela tentativa de sonegar impostos relativos à exibição da Copa do Mundo de 2002. Ainda segundo o grupo, também há suspeita de lavagem de dinheiro, de crimes contra órgãos da administração direta e indireta da União e de estelionato.

    Com a abertura de procedimento preliminar, o Ministério Público tem prazo de 90 dias, prorrogáveis pelo mesmo tempo, para apurar as informações. Se houver indícios suficientes de crime, é aberto inquérito. Caso negativo, o procedimento é arquivado. A Procuradoria do DF ainda poderá encaminhar os documentos para o Rio de Janeiro, onde fica a sede da empresa.

    Na semana passada, o Ministério Público Federal no Rio de Janeiro divulgou nota informando que acompanhava o caso desde 2005 e que não pediu abertura de inquérito policial por impeditivos legais relativos à restituição de valores fiscais. "Quanto aos demais tipos criminais aventados na mídia, o MPF entende que o enquadramento não seria aplicável por ausência de indícios". O órgão também confirmou que documentos do caso foram extraviados por uma servidora da Receita Federal, que já foi processada e condenada pela Justiça.

    Em nota, a Rede Globo disse que já não tem qualquer dívida em aberto com a Receita e que apenas optou, na época, por "uma forma menos onerosa e mais adequada no momento para realizar o negócio, como é facultado pela legislação brasileira a qualquer contribuinte". A empresa informou que, após ser derrotada nos recursos apresentados à Receita, decidiu aderir ao Programa de Recuperação Fiscal da Receita Federal e fazer os pagamentos.

    A empresa ainda destacou que desconhecia os fatos relativos a desvios de documentos no processso fiscal, pois não figurava como parte no processo. Segundo a Globo, os documentos perdidos foram restituídos com a colaboração da própria empresa, que desconhece os motivos que levaram a servidora a agir dessa forma. - Agência Brasil - Enviada por Stanley

    ResponderExcluir
  5. Estatal do PSDB paga para filha de ex diretor receber falsas bênçãos do papa. Deputado tucano também recebeu


    Presidente da Assembleia Legislativa, o deputado Barros Munhoz (PSDB-SP) fez pose para o momento solene. O ano era 2009 e a ocasião merecia. Ele acreditava estar recebendo uma bênção do papa Bento 16, trazida do Vaticano especialmente para ele.

    Talvez o deputado ainda não saiba, mas foi enganado: naquele dia, posou para o fotógrafo oficial com uma peça falsa emoldurada. Ela não veio do Vaticano. Segundo funcionários da Assembleia, foi impressa numa gráfica da alameda Jaú, em São Paulo. Em Roma, apenas um arcebispo tem permissão para assinar pergaminhos com a bênção apostólica do papa como a que o tucano recebeu.

    E o arcebispo cuja assinatura aparece na bênção de Barros Munhoz, datada de 15 de março de 2009, se aposentara e fora substituído dois anos antes, em julho de 2007.

    Mas o deputado não foi o único. Prefeitos e outras autoridades também receberam bênçãos falsas das mãos do mesmo homem: Emanuel von Laurenstein Massarani, um senhor de 78 anos que, com gravata borboleta e crucifixo na lapela, circula à vontade pela Assembleia paulista há pelo menos oito anos.

    Filho de pai italiano e mãe alemã, Massarani tem sala, equipamentos e funcionários na Casa. Dispõe também de um carro oficial para ir ao trabalho e voltar para casa. Foi nomeado chefe da Superintendência do Patrimônio Cultural da Assembleia em 2005.

    Apesar do cargo, ele não tem vínculo empregatício nem figura na lista de servidores da Casa. Seu posto é "honorífico" --lhe dá direito a regalias, mas não a salário.

    Oficialmente, a função de Massarani é promover exposições e organizar o acervo de arte da Assembleia. Extraoficialmente, ele usa a estrutura do Legislativo para tocar os negócios de uma organização particular que preside, o IPH (Instituto de Recuperação do Patrimônio Histórico).

    O instituto classifica projetos culturais como de "interesse nacional", ajudando a captar verbas de patrocínio que depois podem servir para abater Imposto de Renda. Depois de promover a viagem da filha de Christofari à Itália, Massarani conseguiu ajuda da Cesp para tocar um segundo projeto, um livro sobre as barragens do rio Tietê. A Cesp cedeu um de seus funcionários a Massarani. Ele passou a trabalhar para o IPH, com a missão de fotografar as paisagens para o livro.

    Foi por meio de seu instituto, por exemplo, que a pintora Denise Chiaradia Christofari participou das bienais de Florença, em 2009, e Roma, em 2010. Ela viajou graças a uma verba de R$ 46,5 mil da Cesp (Companhia Energética de São Paulo).


    Quem viabilizou o patrocínio da estatal com o IPH foi o pai de Denise, o engenheiro Vilson Christofari, que na época era diretor de geração da Cesp e, meses após a filha voltar de Roma, assumiu a presidência da companhia.

    Massarani aparece em documentos oficiais como "ex-embaixador", mas nunca ocupou a posição. Segundo o Mistério das Relações Exteriores, ele se aposentou no Itamaraty como assistente de chancelaria, antiga carreira de nível médio já extinta.

    Massarani afirma que há uma "confusão" em torno desse assunto. Ele esclarece que trabalhou no passado como "adido cultural" em Genebra, mas recebeu há alguns anos o título de "embaixador de Itápolis", cidade do interior paulista que ajudou a promover ações de intercâmbio cultural com a Itália.

    As boas relações com os políticos são uma marca na carreira de Massarani, que trabalhou para o ex-presidente Jânio Quadros no período em que ele foi prefeito de São Paulo e depois foi secretário de Patrimônio Cultural do Estado, no governo Mário Covas.

    Em 2001, o governador Geraldo Alckmin acabou com a pasta e Massarani foi para a Assembleia. "Católico fervoroso", ele diz não entender como as bênçãos que distribui podem ser falsas. "Tenho um contato em Roma. Vou falar com ele. Para mim, eram todas verdadeiras", garante.

    ResponderExcluir
  6. CONVERSA AFIADA


    No Valor, o PiG (*) cheiroso, o respeitado economista Chico Lopes joga água na generalizada Urubologia:

    O PIB cresce 4% ao ano


    O título deste texto não é uma piada, nem uma projeção, nem mesmo a expressão de um desejo. É apenas a constatação de um fato: os últimos números publicados para o Índice de Atividade do Banco Central, o IBC-BR, que pode ser considerado uma aproximação em base mensal para o PIB trimestral do IBGE, indicam claramente que no segundo trimestre de 2013 a economia brasileira estava crescendo ao ritmo de 4% ao ano.

    Mas espere um momento! Não foram esses números que repercutiram de forma tão negativa na imprensa, sugerindo até que estamos novamente a caminho da recessão? Basta olhar os títulos de algumas das matérias publicadas: Indicador do BC mostra país na rota da recessão; Economia tem maior retração desde 2008; Cada vez mais difícil decolar; Bancos oficiais já prevêem crescimento abaixo de 2%; IBC-BR reforça sinais da lenta perda de gás da economia em 2013; Pibinho de inverno.

    É no mínimo temerário extrair qualquer sinal de direção de movimento com base na observação de um único mês

    Na realidade, a única coisa que fica clara aqui é que a mídia especializada e a grande maioria dos analistas da economia parecem sofrer atualmente de um pessimismo obsessivo. De fato a leitura que foi feita dos números do BC configura um caso clássico do que a psicologia cognitiva denomina de viés de confirmação (confirmation bias), que ocorre quando as pessoas só são sensibilizadas por informações que pareçam confirmar suas crenças ou hipóteses, ignorando qualquer evidência em sentido contrário.

    Todo esse pessimismo foi produzido apenas pela observação de que a variação percentual de maio sobre abril do IBC-BR com ajuste sazonal foi de menos 1,4%. Acontece, porém, que essa série de variação mensal tem muito ruído. É no mínimo temerário extrair qualquer sinal de direção de movimento com base na observação de um único mês. Além disso, quando usamos dados mensais a introdução do ajustamento sazonal não aumenta muito o poder informativo de uma observação isolada. No dado mensal o padrão de sazonalidade pode variar muito ao longo do tempo em resposta a uma serie de fatores, como feriados, greves, paralisações ou mudanças institucionais. Sabemos que não existe técnica perfeita de ajuste sazonal, mas com dados mensais as dificuldades ficam ainda maiores.

    Se quisermos ter uma ideia precisa do que está acontecendo com uma economia, o caminho mais seguro é trabalhar com variações em doze meses. Mesmo assim uma observação mensal isolada tem que ser vista com cautela. Por exemplo, a variação em doze meses do IBC-BR até maio de 2013 (portanto sobre maio de 2012) foi de 2,28%, mostrando sem dúvida uma desaceleração importante em relação à variação em doze meses de 7,3% até abril. Note-se, porém, que esse excepcional resultado de abril foi simplesmente ignorado tanto pela imprensa como pela maioria dos analistas de economia. Por outro lado, a variação em doze meses de maio significou aceleração em relação às variações de 1,16% até março e de 0,44% até fevereiro. Que direção de movimento estaria sendo sinalizada aqui?


    (*) Em nenhuma democracia séria do mundo, jornais conservadores, de baixa qualidade técnica e até sensacionalistas, e uma única rede de televisão têm a importância que têm no Brasil. Eles se transformaram num partido político – o PiG, Partido da Imprensa Golpista.

    ResponderExcluir
  7. … acho que o PIG (REDE GLOBO, VEJA , FOLHA DE SÃO PAULO A SERVIÇO DO PSDB)vai ter que achar um novo IMPOSTOR!
    O PIG está DESESPERADO!
    Cada dia mais.
    Por isso tenta USAR O MOVIMENTO DOS JOVENS como se fosse seu.
    Mas como o santo tem pés de barro e janelas de vidro…
    Vai ser ESTRELA de novo!
    Pois quem MANDA é o POVO!

    ResponderExcluir
  8. O que a emissora sonegadora está esperando para colocar Jabor, Merval, Villa, Magnoli, Mariana Godoy e Leitão, juntos com o dentista Adnet, em quadro do Zorra Total? Se funcionaria, fazendo o telespectador rir, não se sabe, mas pelo menos estariam tentando serem engraçados em local mais adequado ao pastelão, sem graça, sem tomate e falta de energia, que estão acostumados a fazer.

    em 2014 é PT DE NOVO , SEJA LULA OU DILMA MAS TEM QUE SER PT, O POVO NÃO TEM SALDADES DO PSDB DE AÉRCIDO , SERRA, ALKMIM E FERNANDO ENRRIQUE

    ResponderExcluir
  9. EU TENHO É NOJO DA MIRIAM LEITÃO O PESTE PARA MENTIR

    ResponderExcluir
  10. CADE A INFLAÇÃO QUE A GLOBO CRIOU?

    CADE A INFLAÇÃO QUE O PSDB DO MADEIRA , AÉRCIO CHEIRADOR DE PÓ, SERRA , FERNANDO HENRRIQUE CRIARAM, SUMIU .

    E A SONEGAÇÃO E O ROUBO DOS COFRES PUBLICOS FEITO PELA GLOBO SURGIU

    É DILMA DE NOVO

    ResponderExcluir
  11. Escrevi não sei onde que faço as compras aqui de casa e não sinto essa tal inflação midiática. O que está acontecendo são verdadeiros ladrões elevando os preços para ganharem mais grana graças a irresponsável sonegadora maior/GLOBO . Quase que constantemente vou a uma cidade do norte do ES, 100 mil habitantes, e compro o Contra Filé a 13.98/14.00/kg . Onde resido custa 23.. O File Mignon a 19/25 o kg e aqui ao lado do meu lar 35/40 o kg . Feijão aqui custa 4 a 7 reais o kg . Lá compro o carioquinha a 3.50 e preto 3.5 . E é coisa boa

    ResponderExcluir
  12. INFLAÇÃO ?

    O PIG REPRESENTADO PELA REDE GLOBO , FOLHA DE SÃO PAULO, VEJA, TENTAM CRIAR UM CLIMA DE CRISE NO BRASIL, SÓ QUE A CRISE ESTAR SE VOLTANDO PARA CONTRA O PIG E AO PSDB(OPOSIÇÃO).

    SE ISISTE CRISE, ENTÃO AQUI EM IMPERATRIZ ESTARIA O INFERNO , MAS ESTAR ACONTECENDO O CONTRARIO ESTAR TENTO É EMPREGO MAS GRAÇAS AO GOVERNO LULA E DILMA E NÃO AO PREFEITO LIMINAR ENGANA MADEIRA

    ResponderExcluir
  13. direto do blog O CAFEZINHO

    O mensalão de Joaquim Barbosa!
    17/07/2013 – 4:03 pm | 21 comentários
    - See more at: http://www.ocafezinho.com/#!prettyPhoto

    ResponderExcluir
  14. O JUIZ PUXA SACO DA GLOBO E DO PSDB ,JOAQUIM Barbosa continua ativo da UERJ. Ganhando sem trabalhar?
    16/07/2013 – 6:13 pm | 72 comentários
    - See more at: http://www.ocafezinho.com/#!prettyPhoto

    ResponderExcluir
  15. O neofascismo de máscara e a cultura do ódio
    Enviado por Miguel do Rosário on 15/07/2013 – 2:49 pm 25 comentários
    A juventude coxinha, depois das manifestações, passou a se achar a última coca-cola gelada do isopor. São eles que vêm comentar por aqui, cheios de arrogância. São eles que idolatram os mascarados, ou são os próprios mascarados.

    O golpismo coxinha: ao invés de tanques na rua e editoriais bombásticos, coquetéis molotov e acampamentos no Leblon.

    A grande mídia, sempre tão ciosa da ordem, de repente passou a glorificar manifestações, chamando-a de pacíficas mesmo que seus repórteres tenham que filmar tudo do alto de helicópteros ou terraço de prédios, para não serem linchados pela turba “pacífica”.

    Apesar da minha crítica dura à grande mídia, não vejo com bons olhos agressão a jornalistas. As manifestações dos trabalhadores podem ser cafonas, mas jamais fizeram isso. Em São Paulo, um jornalista da Globo tentou uma fraudezinha fulera, ao pedir para um manifestante segurar um cartaz contra Dilma. Um diretor sindical observou a cena, antes de saber que era da Globo, e disse umas verdades ao repórter, que por sua vez reagiu com arrogância. A equipe da Globo levou umas vaias, e ponto. Ninguém os agrediu fisicamente nem incendiou seus equipamentos.

    Violência não é brincadeira. Essa condescendência pode custar muito caro ao país. Não estou gostando nada de ver as pessoas achando “bonitinho” e “legal” ver jovens mascarados incendiando a lojinha da dona maricota, que não tem nada a ver com as injustiças históricas do país.

    São estratégias inúteis.A mídia aposta numa interpretação que separa totalmente governo e povo. Os governos são, mal ou bem, a expressão do povo, inclusive de seus aspectos mais egoístas. A corrupção está entranhada na sociedade, não apenas nos políticos ou nos governos.

    Acho ridículo que as pessoas, em nome de um mundo melhor, destruam patrimônio público. Tornei-me absolutamente cético em relação à ações políticas “espontâneas”. As pessoas têm que se organizar, em movimentos sociais, em sindicatos, em partidos, em associações. É assim que se mudam as coisas, concretamente.


    A violência anárquica, porém, se algum dia fez sentido, era num contexto histórico totalmente diferente, em países sem democracia, sem leis trabalhistas, sem liberdade de expressão, com um Estado altamente repressor, estagnados politicamente. Não é o caso do Brasil. Façam blogs, sites, jornais, é assim que se faz política.

    Desculpem-me os que romantizavam os mascarados. Eu só posso falar do que vi. E não foi bom. Brutalizaram senhoras de meia idade. Fizeram o que nem a polícia do Cabral, que eles tanto odeiam, jamais fez: interromper uma manifestação democrática e pacífica. Se não concordavam com ela, então não participassem. Os mascarados, Black Bocs ou não, são piores que a PM.
    ABIN investigar esses grupos porque tenho receio que haja infiltração estrangeira, o que é uma coisa extramemente perigosa. Aí vieram me abordar: “como alguém de esquerda pode pedir aumento dos serviços de inteligência do governo?”. Bem, não sei em que mundo essas pessoas vivem, mas no meu mundo a esquerda sempre, historicamente, defendeu a constituição de serviços de inteligência altamente profissionais. Não para causar nenhum dano aos movimentos sociais, mas para protegê-los de manipulação estrangeira. Não podemos ser ingênuos. O fato de um grupo incentivar o uso de máscara, é quase um convite à infiltração.

    No mesmo dia 11, em São Paulo, houve uma grande manifestação em frente à Rede Globo, com presença de mais de 2 mil pessoas, incluindo vários movimentos sociais. Houve música, projeção na parede do edifício da emissora, dança, mas a Folha prefere publicar a seguinte foto (só na edição de SP, na edição nacional, não teve foto).



    Para piorar, a menção ao protesto diante da Globo vem numa nota cujo título é:

    - See more at: http://www.ocafezinho.com/2013/07/15/o-neofascismo-de-mascara-e-a-cultura-do-odio/#sthash.3I2nPsOs.dpuf

    ResponderExcluir
  16. Joaquim Barbosa escondeu laudo que envolvia seu filho
    08/07/2013 – 3:18 pm
    - See more at: http://www.ocafezinho.com/#!prettyPhoto

    ResponderExcluir
  17. VIP DE FATO É O POVO, PORQUE É O POVO QUE SUSTENTA O PAIZ.

    ME DESCULPA A REVOLTA MAS NÃO DÁ PRA AGUENTAR.

    LIGO A TV E SÓ VEJO , REPORTAGENS QUE SÓ UM MUDO E SEGO OU ANLFABETO POLITICO NÃO CONSEGUE ENTENDER.

    A TENTATIVA DA MIDA(GLOBO, SBT, BAND, REVISTA VEJA, FOLHA DE SÃO PAULO) É BEM CLARA UMA TENTATIVA DE DAR UM GOLPE POLITICO, CRIAM UM MARKETING CONTRA O GOVERNO FEDERAL, É VERDADE NÃO É 100%, MAS DIZER QUE O BRASIL NÃO AVANÇOU COM A PRESIDENTE DILMA E O LULA É A MAIOR DA BURRICE.

    ESTOU REVOLTADO, PORQUE O POVO FOI AS RUAS, A PRESIDENTE APRESENTOU SOLUÇÕES E ESTAR TENTANDO TORNAR LEI, MAS A OPOSIÇÃO COMPOSTA POR PARTIDOS COMO PSDB E OUTROS TRAIRÁS DO GOVERNO E PELA GRANDE MIDIA(GLOBO, SBT, RECORD, BAND, VEJA ETC) TENTAM DESTRUIR O QUE O POVO QUER E O PIOR É QUE O POVO PARECE QUE FICOU ANALFABETO POLITICO DE VEZ.

    ESTOU REVOLTADO PORQUE OS FILHINHOS DE PAPAI (OS MÉDICOS)CLARO HÁ EXCEÇÃO, MAS A MAIORIA DOS MEDICO QUE PENSA PRIMEIRO NO DINHEIRO DO PACIENTE TENTAM BOICOTAR A VINDA DE MEDICO ESTRANGEIROS PARA O BRASIL.

    PARABÉNS PRESIDENTA DILMA , A MÍDIA NÃO IRA DERROTA-LA, O POVO BRASILEIRO TEM DISCERNIMENTO.
    OS " MÉDICOS" MOSTRARAM TOTALMENTE QUE É CONTRA O A SAÚDE DO POVO-SE TORNARAM INIMIGOS DO POVO.

    ResponderExcluir
  18. MÉDICOS , INIMIGO DO POVO.

    MÉDICOS COM FRONTEIRAS: POBRE NÃO ENTRA.

    Credite-se à elite brasileira façanhas anteriores dignas de figurar, como figuram, nos rankings da vergonha do nosso tempo. O repertório robusto ganhou agora um destaque talvez inexcedível em seu simbolismo maculoso: uma rebelião de médicos contra o povo. Sim, os médicos, aos quais o senso comum associa a imagem de um aliado na luta pela vida, lutam hoje nas ruas do Brasil. Contra a adesão de profissionais ao programa ‘Mais Médicos', que busca mitigar o atendimento onde ele inexiste. A sublevação branca incluiria táticas ardilosas: uma rede de inscrições falsas estaria em operação para inibir o concurso de profissionais estrangeiros, sobre os quais os nacionais tem precedência.Consumada a barragem, uma desistência em massa implodiria o plano no último dia de inscrição. O cinismo conservador é useiro em evocar a defesa do interesse nacional e social enquanto procede à demolição virulenta de projetos e governos assim engajados. Encara-se o privilégio de classe como o perímetro da Nação. Aquela que conta. O resto é o vazio. A boca do sertão,hoje, é tudo o que não pertence ao circuito estritamente privado. O sertão social pode começar na esquina, sendo tão agreste ao saguão do elevador, quanto Aragarças o foi para os irmãos Villas Boas,nos anos 40, na expedição ao Roncador. Sergio Buarque de Holanda anteviu, em 1936, as raízes de um Brasil insulado em elites indiferentes ao destino coletivo. O engenho era um Estado paralelo ao mundo colonial. O interesse privado ainda prevalece sobre a coisa pública. Mesmo quando está em questão a vida. Se a organização humanitária ‘Médicos Sem Fronteiras' tentasse atuar no Brasil, em ‘realidades que não podem ser negligenciadas', como evoca o projeto que ganhou o Nobel da Paz, em 1999, possivelmente seria retalhada pelo levante dos bisturis. Jalecos evocam as fronteiras do engenho corporativo, dentro das quais não cabem os pobres do Brasil.(LEIA MAIS AQUI)
    Carta Maior;6ª feira, 19/07/2013

    ResponderExcluir
  19. O laconismo da UERJ e a aliança entre Barbosa e Bolsonaro
    Enviado por Miguel do Rosário on 19/07/2013 – 1:56 pm 12 comentários

    A UERJ respondeu ao blog O Cafezinho, de forma incrivelmente lacônica e arrogante.

    Comunicado da Uerj: Não corresponde à verdade dos fatos a informação constante de supostos documentos com telas de sistema interno da Universidade, divulgados por um blog no dia 16 de julho de 2013.

    ScreenHunter_2102 Jul. 19 12.52

    Me desculpem, mas essa resposta não diz nada. O que não é verdade? A UERJ é uma empresa 100% pública, Joaquim Barbosa é um funcionário duplamente público: é presidente do Supremo Tribunal Federal e professor da UERJ. O salário do Joaquim no STF, disponível neste link, é este:

    ScreenHunter_2103 Jul. 19 12.54

    O Cafezinho teve acesso a documentos da UERJ aparentemente verdadeiros. Não sou nenhum perito Molina, mas minha fonte tem sido, até o momento, confiável.

    Diferentemente da Folha, que publicou, na capa do jornal de maior tiragem no país, uma ficha criminal falsa da Dilma, colhida na internet, os documentos que publiquei foram enviados por uma fonte de dentro da UERJ.

    Posso errar, claro. Se o Jornal Nacional pode publicar entrevista de 7 minutos com um ex-presidiário falastrão, acusando, sem documentos, o BNDES de lhe oferecer um financiamento de R$ 8 bilhões, O Cafezinho também pode cometer deslizes.

    Mas não é o caso. Os documentos, até prova em contrário, são verdadeiros. Reproduzo novamente uma das telas do sistema interno da UERJ:

    Segundo os documentos, Joaquim Barbosa está ativo, “por autorização expressa do Reitor”. Minha fonte me garantiu que ele recebe salários. E ontem me disse que a UERJ apertou o cerco lá dentro, para não haver mais vazamentos, dificultando a obtenção dos contracheques de Joaquim.

    Quero ter a confiança de que a UERJ não vai fazer nenhuma modificação de última hora no sistema.

    Os documentos mostram que Joaquim é funcionário ativo, e funcionário ativo, até onde eu sei, ganha salário. Quando ele estava em licença não-remunerada, essa condição estava bem especificada lá: funcionário em licença não-remunerada. Esclarecimentos mais consistentes seriam bemvindos.

    Segundo minha fonte, Barbosa já teria recebido aproximadamente 700 mil reais, somando salários, décimo terceiro, benefícios, de 2008 até hoje.

    As peripécias de Barbosa não páram por aí. Ontem mesmo, Barbosa fez outras das suas: 1) Feriu a Lei Orgânica da Magistratura e afrontou uma decisão soberana do Congresso, ao suspender a proposta de criação de mais tribunais; 2) aceitou um mandado de segurança contra o programa Mais Médicos expedido por Jair Bolsonaro. Sim, Barbosa – para bater num dos programas mais ousados do governo Dilma – se aliou a Jair Bolsonaro, o parlamentar mais reacionário do Congresso Nacional.

    STF dá 10 dias para presidência prestar esclarecimentos sobre Mais Médicos

    Informações serão usadas para embasar o julgamento de mandado de segurança, protocolado pelo deputado federal Jair Bolsonaro. Nota publicada no site da Veja.

    A afinidade entre Bolsonaro e Joaquim Barbosa tem sido constante nos últimos tempos. O blog “Familia Bolsonaro” só tem referências elogiosas ao presidente do STF. Durante o julgamento do mensalão, Barbosa fez uma menção relativamente positiva ao deputado Jair Bolsonaro, que motivou um post eufórico no blog:
    - See more at: http://www.ocafezinho.com/2013/07/19/o-laconismo-da-uerj-e-a-alianca-entre-barbosa-e-bolsonaro/#sthash.H978A1tR.dpuf

    ResponderExcluir
  20. direto do blog , o cafezinho

    Antônio Carlos Raposo · Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo
    O cartel GAFE (Globo, Abril, Folha e Estadão), diariamente e durante anos, sustenta a oposição com matérias plenas de acusações levianas. Algumas, comprovadamente, forjadas em grampos encomendados a criminosos. Não há um só dia em que o Grupo Folha, no jornal e no portal UOL, não construa manchetes e títulos dúbios e falsos, para atacar o governo. E aí aparece gente reclamando e cobrando que "o Cafezinho" não deveria expor os podres do Imperador Barbosa I, sem provas. Os documentos que mostram o vínculo são da própria Universidade e é perfeitamente normal deduzir que quem está ativo está recebendo . Se ele não está recebendo sem trabalhar, o mais fácil, ético e moral seria ele próprio e a UERJ soltarem uma nota oficial negando os pagamentos. Demorou... Até que isso seja feito, a dúvida, com fundamento, persistirá. Menos para os quais o bat barbosa está sendo útil...

    ResponderExcluir

  21. Irineu diz:

    19/07/2013

    O GRITO QUE GOSTARIA DE DAR.
    A mídia pertence a elite num conchavo e conluio de interesses é uma tremenda de uma armadilha onde ventila em seus telejornais e jornais, mentirosos,manipuladores,parciais,editados e picotados.
    Numa covardia tremenda insana e mordaz.
    Até as "manifestações" da elite ( médicos) ganha um espaço mais nobre , tendencioso e manipulador na mídia elitizada.
    Falam-se "apartidários".
    Como apartidários se defendem a bandeira da direita, da força maior, do absolutismo, domínio, poder e exclusão dos menos favorecidos.
    ** Esses médicos estudaram e estudam em universidades publica com dinheiro nosso, e olha que são ricos e não pagaram um centavo, sem contar que ainda recebem dinheiro para estudar.(incentivo)
    **Porque a Globo não faz várias materias dizendo super assistencialismo, já que fazem matéria dizendo que o povo do nordeste recebe ajuda e por isso não trabalha?
    Universidades publicas que deveriam ser dos pobres, porem são dos ricos, é essa turma que a Globo apoia.
    Os menos favorecidos sempre foram e sao sugados e parasitados pela elite.
    Assim os mais frágeis são escravos do sistema.
    **Quando vão dar noticia na tv principalmente Globo
    Falando sobre o povo do nordeste:Dizem que compram Tv,microondas, rádios e por ai vai, numa tremenda distorção, manipulando o povo na tentativa de derrubar o ultimo folego de vida (Bolsa família) que o pessoas flagelado possui. Ate falam que esse povo é "vagabundo"
    **ASSISTENCIALISMO: Vamos ao outro lado da balança que mídia não fala: Porque não falam nos jornais que os grandes empresários e empresas usam dinheiro do Bnds e ainda dao calote no governo( Dinheiro publico) porque não noticiam isso....um super assistencialismo( um saque ao dinheiro publico) Ate as redes de televisão e grandes jornais estão envolvidos....
    As rodovias privatizadas com dinheiro do Bnds...
    Porque não temos noticia do calote e golpes da Globo? de terreno concedido pelo governo a essa emissora.
    É muita coisa pra gente engolir.......a informação é apenas 5% do que eles tem interesse em passar e manipular o povo.
    95% esta sob o tapete ( é um lixo escondido)
    O Brasil e o povo brasileiro não merece , essa covardia vem há tempos e muito tempo......chega!!!!

    ResponderExcluir

  22. vanilton alves diz:

    19/07/2013

    Eu quero mais medico sim, não imorta de onde venham. Que venham. O povão precisa saber dessa armação. Cadê os movimentos sociais?

    ResponderExcluir
  23. à atitude desses médicos. Pra mim foi uma das coisas mais nojentas que nasceram com as manifestações, quando um grupo defende seus privilégios de classe com o falso discurso de que estão pensando no bem da população. É indignante. O que podemos fazer?

    ResponderExcluir

  24. keyloser diz:

    19/07/2013

    Trabalhei no CREMESP e pude constatar processos contra médicos que atendiam a elite e cobravam caro(cirurgiões plásticos) e eram donos de clínicas de aborto na periferia(um dos médicos tinha uma clínica em santana, bairro da cidade de sp localizado na zona norte). Arrogante recusou-se a prestar depoimento, porém estava sendo processado na justiça comum e sabia que poderia levar tudo no banho maria. Risíveis são as punições que o Conselho aplica, pois não leva em conta a gravidade da denúncia. Por exemplo, a sequência era assim: advertência verbal, advertência por escrito, suspensão de 1 semana, quinze dias, 1 ano, cassação do cremesp. Trabalhei lá vários anos e nunca vi um médico ter sua licença cassada. Filhos da elite branca, não querem prestar serviço a qualquer pessoa desrespeitando o juramento de Hipócrates: PROMETO EXERCER A ARTE DE CURAR, MOSTRAR-ME-EI SEMPRE FIEL AOS PRECEITOS DA HONESTIDADE, DA CARIDADE E DA ,CIÊNCIA. PENETRANDO NO INTERIOR DE LARES, MEUS OLHOS SERÃO CEGOS, MINHA LÍNGUA CALARÁ OS SEGREDOS QUE ME FOREM REVELADOS, O QUE TEREI COMO PRECEITO DE HONRA. NUNCA ME SERVIREI DA MINHA PROFISSÃO PARA CORROMPER OS COSTUMES OU FAVORECER O CRIME. SE EU CUMPRIR ESTE JURAMENTO COM FIDELIDADE, GOZE EU PARA SEMPRE A MINHA VIDA E A MINHA ARTE COM BOA REPUTAÇÃO ENTRE OS HOMENS. SE O INFRINGIR OU DELE AFASTAR-ME, SUCEDA-ME O CONTRÁRIO." Experimente entrar em qualquer consultório e verifique se em algum lugar está pendurado este juramento. Não, você verá diplomas, diplomas e mais diplomas que o incauto paciente entende como sinal de credibilidade. Conheci um médico no CREMESP, conselheiro, um médico militar com uma conduta impoluta, que levava a sério seu cargo de conselheiro enquanto outro estava louco que a audiência acabasse para partir para sua fazenda pecuária. Na década de 70, o jornal "O PASQUIM" fez uma investigação intitulada "a máfia de branco" no RJ. Receberam ameaças de morte, foram pressionados pela censura. Basta entrevistar qualquer um deles para confirmar esta história: Jaguar, Ziraldo, etc, Pergunte a qualquer médico se ele sabe o juramento de Hipócrates...

    ResponderExcluir
  25. SEM CONSENSO SOBRE O TEXTO, E SEM CONSCIÊNCIA SOBRE A IMPORTÂNCIA DO TEMA A CÂMARA DE DEPUTADOS ADIOU PARA O DIA 6 AGOSTO, DEPOIS DO RECESSO, A VOTAÇÃO DO PROJETO DE LEI QUE DESTINA ROYALTIES DO PETRÓLEO PARAA A EDUCAÇÃO (75%) E SAÚDE (25%).

    ESTUDANTES DA UNIÃO NACIONAL DOS ESTUDANTES (UNE), UNIÃO BRASILEIRA DOS ESTUDANTES SECUNDARISTAS (UBES) E UNIÃO MUNICIPAL DOS ESTUDANTES SECUNDARISTAS DE SÃO PAULO (UMES) QUE ESTAVAM NAS GALERIAS DA CÂMARA, NA TERÇA-FEIRA (16), QUANDO O PRESIDENTE DA CASA ANUNCIOU A NOVA DATA DA VOTAÇÃO, PROTESTARAM, COM GRITOS E VAIAS.

    A PRESIDENTA DA UNE, VIC BARROS, LAMENTOU O ADIAMENTO. “A EDUCAÇÃO BRASILEIRA AINDA APRESENTA DIVERSOS DESAFIOS QUE EXIGEM DO PAÍS UM AUMENTO EXPRESSIVO E URGENTE DO VOLUME DE RECURSOS INVESTIDOS NA ÁREA ANUALMENTE. A HORA DE MUDAR O BRASIL É ESSA. DEVEMOS ESTAR TODOS DO MESMO LADO, DO LADO DA EDUCAÇÃO BRASILEIRA. OS DEPUTADOS TEM QUE OUVIR A VOZ DOS ESTUDANTES E DOS DIREITOS SOCIAIS: NÓS NÃO ABRIMOS MÃO DOS RECURSOS PRÉ-SAL!”.

    O POVO PEDIU E A DILMA DEU , AGORA COMPETE À POPULAÇÃO COBRAR DOS DEPUTADOS.

    POR ISSO EU VOTO É NA DILMA

    ResponderExcluir
  26. A revolta do jaleco
    20 de Jul de 2013 | 12:23

    Um dia, quando alguém estudar a história de nossa época, deparar-se-á com a revolta do jaleco, na qual entidades médicas se rebelaram agressivamente contra uma medida do governo que visava levar médicos ao interior do Brasil, pagando R$ 10 mil de salário ao profissional.

    As entidades alegam que a situação do governo não oferece direitos trabalhistas. Estão certas. No futuro breve, o programa poderá ser aperfeiçoado. Mas a medida tem caráter urgente. Os salários estão muito acima da média do que ganham médicos no setor privado, onde quem fica com o grosso do dinheiro são planos de saúde. Acima inclusive dos salários oferecidos em concurso público. As entidades deveriam apoiar a medida e depois trabalharem para aprimorarem cada vez mais o programa. Direitos trabalhistas sempre podem ser incorporados ou negociados posteriormente.

    Em vez disso, preparam uma “guerra”. Geraldo Ferreira Filho, presidente da Federação Nacional dos Médicos (Fenam), abusa do vocabulário bélico. Só faltou citar Sun-Tzu.

    Um trecho da matéria do Globo merece ser transcrito, por razões que vocês logo perceberão:

    É uma comunicação de guerra. Vamos enfrentar uma guerra. O governo está preparado, tem estrutura, tem seus blogueiros. Vamos enfrentar esses embate.

    Rá, é sempre assim! Ferreira deve estar se referindo ao vexame, para não dizer crime, que foi o conluio vergonhoso entre médicos sem caráter e a Folha de São Paulo para tentar sabotar um programa de Estado, denunciado pelo blog Viomundo.

    Sim, o governo tem seus blogueiros… um bando de idealistas que arriscam suas cabeças sem ganhar nada. O programa “Mais Médicos” vai gerar empregos e salários de R$ 10 mil para os médicos, senhor Ferreira; os blogueiros continuam sem nada, nem querem nada, além de melhores serviços de saúde para os brasileiros.

    Os blogueiros criticam o governo duramente onde o calo mais dói: na política conservadora do Banco Central, na falta de uma reforma agrária, na ausência de qualquer iniciativa de democratização da mídia.

    Entretanto, se o governo toma uma iniciativa ousada na área da saúde, contratando milhares de médicos para atender periferias pobres e o interior do Brasil, é claro que os blogueiros de esquerda vão apoiar! É claro, igualmente, que a mídia conservadora será contra. A mídia conservadora sempre foi contra qualquer coisa que traga melhoras sensíveis e rápidas à vida do povo. Foi contra o Bolsa Família e agora é contra o Mais Médicos. É contra porque sabe que, dando certo, o programa renderá dividendos eleitorais ao governo. Entidades médicas e donos de jornal podem votar na oposição, mas o povo brasileiro, que assistirá o crescimento substancial da oferta de médicos à sua disposição, este votará em quem defendeu a medida.

    Ferreira se ressente do tempo em que havia somente a grande mídia, que agora está apoiando as entidades médicas. Quando a Federação Nacional de Jornalistas defendeu a criação de um Conselho Nacional de Jornalismo, aí a mídia foi contra, porque não lhe interessava partilhar o poder com uma entidade de trabalhadores. Seria bom, portanto, alertar ao senhor Ferreira que essa aliança com a mídia é uma armadilha, porque esta jamais foi a favor da medicina brasileira ou do aumento de salários para profissionais de saúde.

    ResponderExcluir
  27. OLHA O QUE OS CANAIS DE TELEVISÃO QUE É CONTRA O POVO , NÃO MOSTRAM:

    *Centuriões da ética: Siemens injetou US$ 50 milhões no tucanoduto do metrô de SP, nos governos Covas, Serra e Alckmin (IstoÉ)**

    Joaquim Barbosa sonegou um apto em Miami (247)** Globo sonegou R$ 615 milhões (Cafezinho) **Previa de julho confirma declínio da inflação: 0,07%** sem a hecatombe do tomate', Aécio desidrata**Marina Silva é o novo bibelô da direita, que, como se sabe, fará do Brasil um país 'sustentável** Paulo Nogueira Jr: o salve-se quem puder dos EUA impede uma saída coordenada da

    LEIA MAIS NO SITE DA CARTA MAIOR E APROVEITEM E LEIEM OS BLOGS -O CAFEZINHO, VIOMUNDO, CONVERSA AFIADA, SE FIACAR SÓ ASISTEITNDO A GLBOBO , SBT,BAMD E RECORD VOCES FICARAM BURROS.

    ResponderExcluir
  28. Barbosa criou empresa para comprar apartamento em Miami

    De acordo com informações do jornal Folha de S.Paulo, Joaquim Barbosa, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), comprou um apartamento em Miami (EUA), em 2012, utilizando empresa que abriu exclusivamente para ter benefícios fiscais.

    Comprado à vista por valor não revelado por Barbosa, o apartamento poderá eventualmente ser vendido pelos herdeiros do ministro após sua morte com diminuição no custo dos impostos por conta da empresa criada para realizar o negócio.

    A lei da Flórida, estado norte-americano onde fica Miami, prevê que se o imóvel for comprado por pessoas físicas, até 48% do valor poderá ficar para o governo no momento em que ele fosse passado para os herdeiros. Com a compra sendo executada por uma pessoa jurídica, não há cobrança de impostos.

    Ainda segundo a Folha, outra vantagem é a discrição na compra. Nos registros públicos do estado norte-americano não consta o nome do ministro como proprietário, apenas o da empresa, batizada como Assas JB Corp.

    A assessoria de imprensa de Barbosa afirmou em nota que a aquisição do apartamento foi feita "em conformidade com a lei norte-americana" e que a criação da empresa foi sugestão de um advogado contratado para a transação.

    ResponderExcluir
  29. EU ASSISTI ONTEM NO JORNAL DA TV MENTIRA(MIRANTE) QUE É FILIADA COM A REDE PODRE, O MADEIRA MENTIRA LIMINAR, PARECENDO UM SIRI NA LATA, FALANDO DA QUEBRA DO CONTRATO DA VBL, EM VEZ DELE FICAR PARECENDO UM SIRI NA LATA DANDO ENTREVISTA, DEVERIA FAZER PARADAS DE ÔNIBUS DECENTE PARA O POVO QUE USA ESSE MEIO DE TRANSPORTE SEJA LÁ QUAL FOR A PRÓXIMA EMPRESA .

    VAI CRIAR VERGONHA PREFEITO DO FALSIFICADO.

    ResponderExcluir
  30. Urubólogos em pânico: Brasil gera 123.836 empregos com carteira assinada em junho
    Nem o terrorismo dos urubólogos, nem as manifestações do mês de junho, nem a crise internacional, nem ás conspirações da oposição em conluio com a Globo, impediram o Brasil de crescer na geração de empregos.

    Dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) demonstram que, no mês de junho:

    - o Brasil gerou 123.836 empregos com carteira assinada;

    - representou um crescimento de 0,31% em relação ao estoque do mês anterior;

    - No ano já foram abertos 826.168 postos de trabalho;

    - No ano houve uma expansão de 2,09% no nível de emprego.

    - Desde o início do governo Dilma já foram criados 4.428.220 empregos (crescimento de 10,05%);

    - Nos últimos 12 meses, foram abertas 1.016.432 vagas (aumento de 2,58% no nível de emprego);
    Continue Lendo aqui »

    ResponderExcluir
  31. EU QUERIA VER AONDE ESTAR A INFLAÇÃO QUE A MIDIA INVENTOU PARA QUEIMAR A IMAGEM DA DILMA E ATÉ AGORA EU AINDA NÃO A ENCONTREI.

    O QUE ESSA OPOSIÇÃO AINDA VAI INVENTAR PARA TENTAR QUEIMAR A IMAGEM DA PRESIDENTA , SÓ FALTA DIZER QUE O BRASIL ESTAR QUEBRADO PORQUE A PRAIA DO CACAU DE IMPERATRIZ AINDA NÃO COMEÇOU.

    OU PORQUE A PREFEITURA DE IMPERATRIZ QUE DIGA-SE DE PASSAGEM IMPERATRIZ ESTAR SEM PREFEITO ,SÓ USA PRÉDIOS ALUGADOS , PAGOS COM O DINHEIRO DO POVO DE IMPERATRIZ.

    INCLUSIVE A SECRETARIA DE EDUCAÇÃO DO MUNICÍPIO JÁ VAI MUDAR DE PRÉDIO, AGORA VAI PARA ONDE FUNCIONAVA A CARTUIP, NA RUA CEARÁ. ISSO É UM CRIME CONTRA O POVO.

    ResponderExcluir
  32. PML: O PIG(*)
    emprega hipocrisia.

    A MÍDIA(REDE GLOBO) SENSACIONALISTA QUEBROU A CARA, A MAIORIA DO POVO ESTAR COM DILMA, CONFIRMA IBOPE.

    ResponderExcluir
  33. Vanilton Alves

    Pesquisa do Ibope reitera o sabido e a mídia oculta o incomodo: protestos de rua fizeram despencar 24 pontos a aprovação ao governo federal, entre junho e julho** mas 68% dos entrevistados consideram o governo Dilma entre ótimo e regular e 45% confiam na Presidenta.

    ResponderExcluir
  34. mara

    Dou razao a Dilma, quando nao se manifesta. Pra que ouvir e dar importancia a essas previsoes macabras dos infelizes piguentos, despeitados. Na verdade nao há resposta, nem tampouco quem a mereça. Estao descendo tanto que já nao os enxergamos mais.

    ResponderExcluir
  35. valter

    O Congresso (quem traiu mais: Temer ou Campos ?) em comum acordo com o PIG , já havia planejado o desemprego em massa no país, para atingir o governo de Lula e Dilma (PT). Isso se daria com as demissões onde as empresas não teriam mais que arcar com a multa de 10% sobre o FGTS nas dispensas sem justa causa. Seria um momento de desemprego nunca antes visto, e às vésperas das eleições. Falhou este golpe, pois a Presidenta Dilma vetou. Parabéns para ela.

    ResponderExcluir
  36. SÓ NÃO VER QUEM É ANALFABETO POLÍTICO.

    NESSAS MANIFESTAÇÕES VIMOS O QUANTO O POVO ESTÃO DECEPCIONADOS COM OS PITICOS , MAS NÃO COM A POLÍTICA E NEM CONTRA A DILMA EM SI.A MIDIA QUIZ USAR O POVO CONTRA A DILMA , MAS NÃO DEU CERTO.

    VIMOS A GRANDE MÍDIA LEVAR UMA SURRA DE CRITICAS E CORRER DO POVO ,OS JORNALISTAS DESSAS TVs COMO A GLOBO, SBT, BAND E RECORD SENDO HOSTILIZADOS , MOSTRANDO QUE O POVO NÃO CAI MAIS NAS MENTIRAS DELAS.

    VIMOS O FALÇO ÉTICO JOAQUIM BARBOSA SENDO DESMASCARADO , VIMOS A ARROGÂNCIA DELE.

    VIMOS QUE A OPOSIÇÃO E ALGUNS DEPUTADOS , LÁ NO CONGRESSO , QUE ELES NÃO ESTÃO NEM AI COM A EDUCAÇÃO E A SAÚDE, ISSO FOI PROVADO QUANDO DILMA QUIZ QUE VOTASSEM 75 % DOS ROYALTIES(DINHEIRO DO PETRÓLEO) PARA EDUCAÇÃO E 25% PARA A SAÚDE, E ELES VOTARAM CONTRA.

    AQUI ESTAMOS COM UM PREFEITO DE QUINTA CATEGORIA, ALIAIS ESTAMOS SEM PREFEITO DE FATO.

    ENQUANTO SUA EQUIPE DA DEFESA CIVIL FICA RETIRANDO PLACAS, EM VEZ DISSO DEVERIAM FAZER PARADAS DE ÔNIBUS DE VERDADE PARA O POVO E NÃO PONDO PLACA EM POSTE .



    ResponderExcluir
  37. A REVOLTA E A DERIVA DA ‘VELHA' CLASSE MÉDIA
    "O apoio da classe trabalhadora garantiu as vitórias do PT nas urnas; o apoio da classe capitalista --disciplinada pelo desenvolvimentismo--garante sua governabilidade. Abre-se mão da disputa pela classe média, que resta perdida para uma direita desorganizada e sem projeto depois de sucessivas derrotas eleitorais. A aposta implícita foi a de que uma parcela dessa classe média se contentaria com os ganhos indiretos do crescimento. As manifestações de rua do último mês são expressões das contradições imanentes desse arranjo político. A variedade de reivindicações difusas e abstratas é correlata dessa orfandade política a que ela, a classe média, foi relegada nos últimos anos. Não é de se estranhar, portanto, que, na falta de um discurso estruturado, ela apenas repita certas palavras de ordem vazias veiculadas pela imprensa ou por setores da direita. Por um lado, são pautas consensuais no debate político brasileiro: mais investimentos em saúde e educação, combate à corrupção, gasto responsável do dinheiro público etc (...) Por outro lado, essas pautas são apresentadas de modo abstrato e pouco articuladas: pouco se diz sobre a forma de encaminhamento político dessas demandas. Pois é nessa fissura entre demandas políticas legítimas e certa incapacidade de formulação de modos concretos de encaminhamento dessas demandas que se dará a disputa política daqui para frente. Parte da direita e da grande mídia pretende manter o debate nesse nível abstrato, asséptico. Ela não quer ir para o particular porque isso implicaria colocar em xeque seus próprios interesses" (Carlos Henrique Pissardo; filósofo e diplomata; leia a íntegra na coluna Opinião; nesta pág)
    Carta Maior;Domingo, 28/07/2013

    ResponderExcluir
  38. Paulo Henrique Amorim

    (*) Folha é um jornal que não se deve deixar a avó ler, porque publica palavrões. Além disso, Folha é aquele jornal que entrevista Daniel Dantas DEPOIS de condenado e pergunta o que ele achou da investigação; da “ditabranda”; da ficha falsa da Dilma; que veste FHC com o manto de “bom caráter”, porque, depois de 18 anos, reconheceu um filho; que matou o Tuma e depois o ressuscitou; e que é o que é, porque o dono é o que é; nos anos militares, a Folha emprestava carros de reportagem aos torturadores.

    ResponderExcluir
  39. Publicado em 28/07/2013
    Barbosa: por que a Folha (*)
    não trata o Gilmar igual ?

    É racismo ?

    conversa afiada

    ResponderExcluir
  40. IstoÉ: tucanos de SP
    construíram um propinoduto

    ResponderExcluir
  41. E o domingo é mesmo de Joaquim Barbosa. No mesmo dia em que se divulga uma longa entrevista dele com Miriam Leitão, feita sob encomenda para blindar a sua boa imagem junto aos homens bons da pátria, eis que o Correio Braziliense aparece com nova bomba contra o presidente do STF.

    Segundo a matéria, o imóvel usado por Barbosa como sede de sua “corporação” é funcional, ou seja, público. A operação infringe a lei.

    Fica cada vez mais difícil explicar como um ministro do STF, prestes a se tornar representante máximo do judiciário brasileiro, aceita participar de uma aventura desse tipo. Sendo ele mesmo um professor de Direito, não tem sentido Barbosa botar a culpa no advogado.

    Empresa sediada em imóvel funcional

    Joaquim Barbosa é dono e diretor da Assas JB Corp., cuja sede fica na própria residência, em Brasília, prática vedada pela legislação

    ANA D”ANGELO

    A empresa criada na Flórida, Estados Unidos, pelo presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa, para adquirir um apartamento na cidade de Miami, tem como sede o imóvel funcional onde ele mora, na Quadra 312 da Asa Sul, em Brasília, o que contraria o Decreto nº 980, de 1993. Ao Correio, o Ministério do Planejamento informou que o inciso VII do artigo 8º da norma — que rege as regras de ocupação de imóveis funcionais — estabelece que esse tipo de propriedade só pode ser usado para “fins exclusivamente residenciais”.

    Nos registros da Assas JB Corp., pertencente a Barbosa, no portal do estado da Flórida, consta o imóvel do Bloco K da SQS 312 como principal endereço da companhia usada para adquirir o apartamento em Miami — conforme informado pelo jornal Folha de S.Paulo no domingo passado. As leis do estado norte-americano permitem a abertura de empresa que tenha sede em outro país. A Controladoria-Geral da União (CGU) também assegurou que o Decreto n° 980 não prevê “o uso de imóvel funcional para outros fins, que não o de moradia”. O presidente do STF consta, ainda, como diretor e único dono da Assas Jb Corp. A Lei Orgânica da Magistratura (Lei Complementar nº 35, de 1979), a exemplo da Lei n° 8.112/90, do Estatuto do Servidor Público Federal, proíbe que seus membros participem de sociedade comercial, exceto como acionistas ou cotistas, sem cargo gerencial.

    A Associação dos Juízes Federais do Brasil (Ajufe) defende a apuração “rigorosa” acerca das duas situações. “Um ministro do STF, como qualquer magistrado, pode ser acionista ou cotista de empresa, mas não pode, em hipótese alguma, dirigi-la”, afirmou o presidente da entidade, Nino Toldo, referindo-se ao artigo 36 da Lei Complementar nº 35. “Essa lei aplica-se também aos ministros do STF. Portanto, o fato de um ministro desobedecê-la é extremamente grave e merece rigorosa apuração”, ressaltou Toldo.

    “Paradigma”
    Sobre o fato de a empresa estar sediada no imóvel funcional que Barbosa ocupa, o presidente da Ajufe declarou que “é gravíssimo, do ponto de vista ético”. Segundo ele, “não é dado a nenhum magistrado, ainda mais a um ministro do Supremo, misturar o público com o privado”. E completou: “Dos magistrados, espera-se um comportamento adequado à importância republicana do cargo, pois um magistrado, seja qual for o seu grau de jurisdição, é paradigma para os cidadãos”. Questionada a respeito da abertura de procedimento para averiguar a regularidade da operação, a Procuradoria Geral da República não se manifestou.

    A compra do apartamento em Miami, pelo ministro Barbosa, foi à vista. O imóvel é de quarto e sala, com 73 metros quadrados, em um condomínio de alto padrão à beira do rio que batiza a cidade norte-americana. De acordo com informações obtidas pelo Correio, o preço que consta na escritura registrada em Miami é de US$ 335 mil, ou cerca de R$ 700 mil, de acordo com a cotação do do dólar à época da operação.



    ResponderExcluir
  42. A inacreditável arrogância de Joaquim Barbosa
    28 de Jul de 2013 | 16:05

    Miriam Leitão fez uma entrevista com Joaquim Barbosa que revela, mais uma vez, o erro estratégico de Lula ao nomeá-lo. A arrogância de Joaquim Barbosa parece não encontrar limites. É muito sintomático, por outro lado, que Joaquim Barbosa tenha se tornado o novo “protegé” da Globo. A Globo sempre adorou arrogantes e ditadores.

    Indagado sobre os xingamentos que proferiu contra um repórter, ao dizer que ele “chafurdava no lixo” (mais tarde se descobriu que o repórter investigava a reforma de seu banheiro), Barbosa se sai com essa: “É um personagem menor, não vale a pena”.

    Diante de sua própria majestade, Barbosa deve achar que um indivíduo comum, um repórter de jornal, por exemplo, pode ser xingado em público, porque se trata de um “personagem menor”. Mais adiante, veremos como ele trata os blogs…

    Barbosa também pretende dar aulas de como se governa:

    Como ampliar o Estado para garantir direitos de quem esteve marginalizado, mas, ao mesmo tempo, controlar o controle do gasto público para manter a inflação baixa?
    O primeiro passo é gastar bem. Saber gastar bem. O Brasil gasta muito mal. Quem conhece a máquina pública brasileira, sabe que há inúmeros setores que podem ser racionalizados, podem ser diminuídos.

    Barbosa descobriu a fórmula mágica para gestão, problemas sociais e inflação!

    Brincadeira, deve haver alguma maldição na cadeira de Presidente do STF. Todos que se sentam ali se tornam irritantes ditadorzinhos de toga, cheios de pseudo-lições políticas e morais para dar aos brasileiros. Acontece que eles não estão ali para nos dar lições, muito menos para discorrer sobre o que o governo deve ou não fazer, mas exclusivamente para julgar, com o máximo de isenção.

    A Constituição Federal é bem clara. “Aos juizes é vedado: (…) dedicar-se à atividade político-partidária.”

    LEIA MAIS NO BLOG O TIJOLAÇO

    ResponderExcluir
  43. Blog da Helena — Rede Brasil Atual

    domingo, 28 de julho de 2013
    Dilma zoa a Folha: propõe 'pacto' contra as mentiras do mau jornalismo
    Achei muito boa a entrevista da presidenta Dilma ao jornal Folha de São Paulo. Dessa vez ela respondeu com precisão cirúrgica vários pontos, deu um entrevista bastante politizada.

    Num momento de ironia, praticamente chamou a velha mídia de "mentirosa" ao propor um pacto da verdade. Denunciou a farsa do noticiário terrorista na economia, ironizando até o tomate.

    Na questão política deixou claro que ela e Lula estão sempre juntos.

    Ficou em sintonia com a vontade popular e se descolou de quem não quer mudanças transformadoras. Ela insistiu no povo decidir em plebiscito os pontos principais da reforma política, e antecipando que quem ficar contra o povo será alvo de novas manifestações.

    Defendeu até a necessidade da regulação democrática da mídia, só não estabelecendo prazo.

    Outros blogueiros fizeram análise que considero errada da entrevista, como se a entrevista devesse ser uma bala de prata ou um chororô para repetir o que os blogs alternativos falam do PIG (Partido da Imprensa Golpista). Acho que a entrevista foi muito inteligente para atingir o perfil do nicho de quem vai lê-la (os assinantes da Folha e quem acompanha o noticiário político nas redes sociais).

    Na entrevista, Dilma conseguiu manter o controle da pauta e passar o seu recado. Se o restante da Secretaria de Comunicação da Presidência da República conseguisse fazer o governo ser ouvido de verdade na pauta do noticiário, sobretudo televisivo, como Dilma conseguiu nesta entrevista, a situação estaria bem melhor.

    ENQUNTO EU DAQUI DE IMPERATRIZ , GOSTEI DA PARTE QUE A PRESIDENTA DISSE QUE AGORA QUEM FOR CONTRA O POVO , SERA ALVO DE MANIFESTAÇÃO, EXEMPLO: REDE GLOBO, SBT, BAND, RECORD , VEJA , FOLHA DE SÃO PAULO E O MAIS JOVEM ALVO DE CRITICAS, O JUIZ JOAQUIM BARBOSA , FORA TODOS ELES.

    E ISSO SERVE PARA O PREFEITO O EX PREFEITO MADEIRA

    PRA BENS PRESIDENTA DILMA.

    ResponderExcluir

PENSO, LOGO EXISTO (René Descartes)...

PENSO, LOGO EXISTO (René Descartes)...

Seguem esse blog: