Blog do Marcelo Lira

Blog do Marcelo Lira
Apenas minha OPINIÃO, todos tem o DIREITO de discordar dela, mas todos tem o DEVER de respeitá-la...

quinta-feira, 27 de junho de 2013

A "TORRE DE BABEL" DA PREFEITURA DE IMPERATRIZ: SECRETÁRIO AFIRMA E PREFEITO DESMENTE...

O que se pode considerar de uma prefeitura em que o Secretário afirma publicamente uma ação através de grandes veículos de comunicação e pouco depois o  Prefeito o desmente????
Isso aconteceu em menos de 24 horas em Imperatriz, na manhã de ontem o Secretário de Trânsito e Transporte Cb. J. Ribamar anunciou a quebra do contrato com a empresa de ônibus VBL através do Portal iMirante e poucas horas depois o Prefeito veio a público para desmenti-lo.
Situação no mínimo estranha e altamente constrangedora para o Secretário, que é um dos poucos da equipe do prefeito que a população sabe que existe e nunca precisou fugir para não ser preso por alguma força policial da esfera estadual ou federal...
O prefeito, na mesma entrevista em que contradisse o secretário, desmereceu as manifestações populares dizendo que elas não representavam 1% da população de Imperatriz, mas uma vez provando estar mal-informado ou achando que a população é formada por tolos, matemática simples e uma pesquisa comprova a sua intenção de enganar, mais uma vez, a população. Segundo dados da Polícia Militar do Maranhão, a penúltima manifestação tinha em torno de 10.000 pessoas, considerando que na eleição municipal os votos válidos somaram 127.772, temos exatamente 7,8% dos votos válidos, o que estatisticamente felando, é uma amostra considerável da população dom direito a voto...

ESTAMOS DE OLHO!!!

18 comentários:

  1. O PSDE E A GLOBO FORAM MECHER COM O POVO ACHANDO QUE OS JOVENS DE HOJE SERIAM MASSA DE MANOBRAS IGUAIS AOS CARA PINTADA, SE FERRARAM.

    Entra na pauta o mensalão do PSDB

    No vídeo, o CQC lembra dos 16 anos de Mensalão Tucano e estraga a festa do PSDB

    BLOG OS AMIGOS DO PRESIDENTE LULA

    ResponderExcluir

  2. Blog da Helena — Rede Brasil Atual

    quinta-feira, 27 de junho de 2013
    A chapa da Globo está quente: 03 de julho tem protesto contra a Globo

    O3 DE JULHO , VEM PRA RUA BRASIL CONTRA A GLOBO

    #AbaixoRedeGloboPovoNãoébobo


    Movimentos que defendem a democratização dos meios de comunicação realizaram na noite de ontem (25) uma plenária no vão livre do Masp, na Avenida Paulista, em São Paulo, para traçar uma estratégia de atuação. A ideia é aproveitar o ambiente de efervescência política para pautar o assunto. Concretamente, cerca de 100 participantes, decidiram realizar uma manifestação diante da sede da Rede Globo na cidade, na próxima quarta-feira (3).

    A insatisfação popular em relação à mídia foi marcante nas recentes manifestações populares em São Paulo. Jornalistas de vários veículos de comunicação, em especial da Globo, foram hostilizados durante os protestos. Então...Vem pra rua, vem!! .(Informações de Gisele Brito- da Rede Brasil Atual)

    ResponderExcluir
  3. GLOBO POTA VOZ DO PARTIDO QUE É CONTRA O POVO

    ResponderExcluir
  4. O que o engana madeira quis dizer, foi que meia duzia de gatos pingados é que estão protestando em Imperatriz.

    ResponderExcluir
  5. O prefeito desafia. Ele quer ver é o povo na rua, ou seja, cerca de 100 mil pessoas.

    ResponderExcluir
  6. Pesquisa 'sinistra' do Datafolha testa popularidade da volta da ditadura
    por Helena Sthephanowitz, especial para a Rede Brasil Atual publicado 03/05/2013 09:57
    Pouca gente viu, quase ninguém comentou. No feriado de 1º de maio, o instituto de pesquisa Datafolha, dos mesmos donos do jornalão "Folha de S.Paulo", divulgou uma pesquisa, restrita à capital paulista, para conferir se os paulistanos apoiariam a implantação de uma ditadura no Brasil.

    Na pesquisa, sinistra – para dizer o mínimo –, os números estimulados foram:

    - 53% dos entrevistados disserem concordar com a afirmação: "democracia é sempre melhor do que qualquer outra forma de governo".

    - 19% escolheram: "em certas circunstâncias, é melhor uma ditadura do que um regime democrático".

    - 20% escolheram: "tanto faz se o governo é uma democracia ou uma ditadura".

    Os 8% restantes se dividem entre quem se declarou explicitamente favorável a uma ditadura e os que respondem "não sei".

    A notícia saiu sob o título “Apoio ao regime democrático tem ligeira queda” e tem viés de pregação antidemocrática. Isso porque, segundo a publicação, houve oscilação nos números em relação há 10 anos atrás, quando 57% dos entrevistados responderam "democracia sempre" e os que responderam "depende das circunstâncias" foram 16%.

    Lições e cuidados
    A partir do momento em que as velhas oligarquias econômicas, incluindo aí os barões da mídia, passaram a perder eleições no voto popular, voltaram a flertar com o golpismo. O jornalão foi notório conspirador pelo golpe de 1964 e um dos principais bastiões de sustentação da ditadura por mais de uma década, até iniciar o processo de abertura política no final dos anos 70. Hoje as oligarquias que perderam poder político, sonham com um golpe nos moldes hondurenhos, aplicado pelo judiciário.

    Isso explica os jornalões e TV's demonizarem os políticos eleitos pelo voto popular e endeusarem os juízes do STF.

    É verdade que muitos políticos fazem por merecer certa dose de má fama, mas há também muitos que honram seus mandatos e representam com dignidade e honram os votos que receberam de seus eleitores. Da mesma forma, no Judiciário também tem muita gente honrada e outras nem tanto. E há outros que, mesmo agindo dentro das leis, também usam e abusam de privilégios, vantagens, mordomias e luxos com dinheiro público. E há ainda os que são parciais nos julgamentos por afinidade política.

    Aliás, bem ou mal, quase todo político tem de enfrentar as urnas de quatro em quatro anos, tem de expor seus bens na internet e, numa campanha, em geral, tem a vida devassada, nova denúncias aparecem e antigas são requentadas, as promessas descumpridas são cobradas. Se todos os juízes tivessem de passar por uma prova de fogo semelhante de tempos em tempos, quantos conseguiriam manter suas imagens de impolutos?

    Além disso, paradoxalmente, é o Judiciário co-responsável pela eleição de muitos picaretas, por ser lerdo em julgar quem é notoriamente ficha suja, mas oficialmente ainda não tem condenação final. Não é justo dizer que o só povo escolhe mal, se a própria Justiça Eleitoral atesta que o candidato tem situação regular para se candidatar e tomar posse de sem mandato.

    Logo, é simplismo demonizar o Poder Legislativo e endeusar o Judiciário. Ambos têm muito o que melhorar, corrigir antigos vícios e se tornarem mais republicanos. E só a democracia, com ampla transparência pública, levará à depuração destas instituições.

    Mas a velha imprensa aposta nessa vigarice golpista, fazendo campanha de demonização só de parlamentares, sem separar o joio do trigo. Tudo para desqualificar o voto popular e fazer o cidadão desistir da sua própria participação política. Tudo para levar o cidadão a não acreditar no seu próprio poder de transformar a sociedade pelo engajamento.

    No fundo é a tentativa de aplicar o velho golpe: tirar o povo do caminho, para colocar no governo um preposto que governe só para as velhas oligarquias que atrasaram o Brasil por 500 anos.

    ResponderExcluir
  7. 27 DE JUNHO DE 2013 - 15H27
    "Mensalão tucano" terá Barroso como relator no STF

    O ministro Roberto Barroso, recém-empossado no Supremo Tribunal Federal (STF), será o relator da Ação Penal (AP) 536 - conhecida como "mensalão tucano" - que segue sem julgamento desde a sua abertura, em 2009, após investigação de atos ilícitos cometidos durante a campanha do atual senador Eduardo Azeredo (PSDB-MG) ao governo do Estado.


    Barroso (ao centro) substitui o presidente do STF, Joaquim Barbosa, na relatoria do mensalão tucano
    Personagem central da AP 470, no julgamento conhecido como ' mensalão ', o publicitário Marcos Valério se distingue também como coordenador do esquema de financiamento irregular -com recursos públicos e doações privadas ilegais -à campanha de reeleição em 1998 do então governador mineiro e atual senador Eduardo Azeredo (PSDB).

    O processo envolve, ainda cinco pessoas ligadas à Cemig (estatal de energia mineira), quatro à Comig (estatal de infra-estrutura mineira, atual Codemig), uma à Copasa (estatal de saneamento mineira) e dois à gráfica Graffar, que teriam desviado recursos da Cemig para a campanha de Azeredo.

    Em denúncia apresentada dia 20 de novembro de 2007 ao Supremo Tribunal Federal, o Procurador Geral da República denunciou que o esquema criminoso, que veio a ser chamado pela imprensa de "mensalão tucano", foi "a origem e o laboratório" do 'mensalão'.

    Barroso, que assumiu a cadeira que era de Ayres Brito, aposentado compulsoriamente ao completar 70 anos, substituirá o ministro Joaquim Barbosa, presidente do STF, na relatoria do "mensalão tucano". O constitucionalista Roberto Barroso foi nomeado pela presidenta Dilma Rousseff e sua posse foi prestigiada, na véspera, por mais de 1,5 mil convidados e autoridades dos Três Poderes.

    Fonte: Correio do Brasil

    ResponderExcluir
  8. ESSE MADEIRA E A GLOBO SE PARECEM TANTO.

    ISSO O JORNAL NACIONAL NO MOSTRA

    Sonegação padrão FIFA: Globo deve R$ 615 bi de impostos sonegados na Copa 2002, diz Receita
    Isso não sai no "Jornal Nacional":


    Documento de um processo da Receita Federal, que está divulgado na internet (acima), afirma que a TV Globo sonegou R$ 183 milhões que deveria ter recolhido ao imposto de renda, na operação de compra dos direitos de transmissão da Copa do Mundo de 2002, da FIFA.

    Com multa e juros o valor atingiu R$ 615 milhões em novembro de 2006.

    Corrigindo os valores de acordo com os índices usuais da Receita dá um número em torno de R$ 1,2 bilhão.

    Segundo a Receita Federal, a Globo realizou operações simuladas para não pagar imposto da seguinte forma:

    1 - A emissora adquiriu direitos de transmissão dos jogos da Copa do Mundo de 2002, pagos ao exterior, fato que gera tributação pelo Imposto de Renda na Fonte;

    2 - Para fugir de pagar o imposto, segundo a Receita, a emissora enviou o dinheiro para o paraíso fiscal das Ilhas Virgens Britânicas adquirindo uma empresa "offshore", fato que não geraria a tributação citada acima.

    3 - Menos de um ano depois, a empresa "offshore" foi dissolvida e o dinheiro do patrimônio foi usado para pagar os direitos de transmissão da Copa de 2002.

    Ou seja, a empresa offshore foi usada apenas para a remessa de dinheiro, burlando o fisco, para sonegar impostos, segundo a receita.

    O agente da Receita Federal, além de autuar a TV Globo, apresentou representação para fins penais, enxergando no fato crime contra a ordem tributária previsto na Lei 8.137/90, cuja pena é reclusão de 2 a 5 anos, e multa. (C/ informações do blog "O Cafezinho")

    Em tempo: O escândalo da propina ao ex-presidente da CBF, Ricardo Teixeira, e outros cartolas da FIFA está relacionado com esse pagamento da Globo (confira aqui).

    Veja também:
    - A chapa da Globo está quente: 03 de julho tem protesto contra a Globo
    - Indiretamente, Faustão cobra da Globo os R$ 2,1 bi que ela deve ao imposto de renda
    - Donos da Globo tem fortuna maior do que o custo de 100 plebiscitos. Fortuna passa de R$ 52 bilhões.
    - Siga o dinheiro em Liechtenstein, pago pela TV Globo (na Copa de 2002).

    BLOG OS AMIGOS DO PRESIDENTE LULA

    ResponderExcluir

  9. Blog da Helena — Rede Brasil Atual
    -

    sexta-feira, 28 de junho de 2013
    No Plebiscito o POVO DECIDE e o Congresso referenda. Múmias e sanguessugas do PSDB são contra.
    Plebiscito ou referendo?

    No plebiscito o POVO DECIDE e o Congresso referenda.

    No referendo é o contrário, o Congresso decide e o povo apenas referenda.

    Fala sério. Dá para entregar a reforma política nas mãos de:

    Carlos Alberto Leréia (PSDB-GO), amigo de Cachoeira.
    Nilson Leitão (PSDB-MT), denunciado no escândalo das ambulâncias Sanguessuga.
    Aécio Neves (PSDB-MG), investigado pelo bafômetrogate, por descarregar gastos pessoais de luxo como se fossem despesas de uma rádio.
    Álvaro Dias (PSDB-PR), financiado por plano de saúde privado, votou contra verbas para a saúde pública, e apareceu no início do ano com uma fortuna não declarada à Justiça Eleitoral de mais de R$ 16 milhões.
    Eduardo Azeredo (PSDB-MG), o pai do mensalão, tucano.
    João Campos (PSDB-GO), autor da "cura gay".
    Mário Couto (PSDB-PA), réu no STF por desviar dinheiro da Assembléia Legislativa no Pará

    Paro por aqui, porque a lista é grande. Do PSDB se abrir a caixa preta da Lista de Furnas é difícil sobrar um.

    ResponderExcluir
  10. Blog da Helena — Rede Brasil Atual
    -

    s

    Dada as características das recentes manifestações, é esperado que a avaliação de praticamente todas as instituições estabelecidas tenham sido rebaixadas.

    Se a avaliação de Dilma caiu, a da oposição deve ter virado pó.

    Protestos por melhores serviços públicos não atingem só o governo federal. Aécio Neves (PSDB) foi governador de Minas durante 8 anos e fez o sucessor, portanto é o responsável por desmandos no serviço público estadual, nas unidades de saúde, nas escolas, na segurança pública, e nos ônibus urbanos que ligam cidades da região metropolitana, de alçada estadual.

    O mesmo acontece com Eduardo Campos (PSB-PE), Geraldo Alckmin (PSDB-SP), Sérgio Cabral (PMDB-RJ), e praticamente todos os governadores.

    Na primeira hora, a TV Globo usou da estratégia de confundir em vez de informar para jogar o custo dos estádios da Copa no colo do governo federal (que apenas viabilizou empréstimos do BNDES), mas quem licitou, contratou obras e controlou os custos foram os governadores. Assim que baixar a poeira, isso ficará muito claro para todo mundo. Como Aécio pode "faturar" para si protestos contra a Copa, se foi ele quem contratou a reforma do Mineirão? Não dá.

    Quanto à corrupção nem se fala. Aécio Neves leva uma vida nababesca incompreensível com o patrimônio declarado à Justiça Eleitoral, e pesa contra si vários escândalos blindados pela imprensa amiga dele. Enquanto Dilma já teve sua vida vasculhada por adversários e pela imprensa desde antes das eleições de 2010 e nunca encontraram nada. Nem adversários tiveram como atacá-la em sua honestidade.

    E quanto à imagem desgastada de políticos em geral, Dilma é uma das que mais foge ao padrão de político profissional. Já Aécio Neves, Geraldo Alckmin e Eduardo Campos são profissionais da política. Nunca exerceram outra profissão. E são herdeiros de famílias que estão na política há pelo menos três gerações. Nasceram e foram criados em gabinetes, com carros oficiais e motorista, acostumados a nepotismo, e frequentando tapetes vermelhos de palácios, longe de conviver com a realidade da vida cotidiana do cidadão brasileiro comum. São os mais desgastados.

    Para complicar mais ainda a oposição, a pesquisa Datafolha mostra que a esmagadora maioria dos pesquisados apoia plebiscito para reforma política e mesmo uma constituinte exclusiva. Estas propostas foram levantadas por Dilma e estão sendo combatidas por Aécio, mostrando completa falta de sintonia do tucano com o sentimento popular.

    Das grandes manifestações de rua não emergiu nenhum grande líder político. Emergiu uma agenda de insatisfações para os governos e legislativos darem respostas.

    Dilma é a liderança política que melhor se credenciou para dar respostas à esta agenda das ruas. Foi ela quem teve iniciativa de chamar prefeitos e governadores para acelerar coisas já decididas para melhorar a vida dos cidadãos. É ela quem articula destravar a reforma política e com participação popular. É ela quem está ouvindo as diversas demandas dos movimentos sociais que apareciam difusas nas manifestações.

    Já a avaliação de Aécio é se ainda reúne condições de ser candidato. Está tão rebaixado, fugindo do povo e buscando acordãos de bastidores com velhas raposas políticas e midiáticas, que José Serra já o desafia abertamente na postulação de presidenciável do tucanato.

    Essa pesquisa Datafolha tem característica de ser exceção. Foi feita num momento de perplexidade, boataria, guerra de informações, e até de comoção. Será preciso ver outras pesquisas mais adiante para tirar conclusões.

    Se Dilma obtiver êxito em dar boas respostas a esta agenda trazida pelas ruas, e ela tem condições de fazer isso, sua avaliação deverá voltar a subir com força.

    Mas não se pode ter ilusões. O jogo político mudou e a oposição, sobretudo midiática também jogam e pesado, conspirando. Vivemos tempos de guerra de informação, e todos nós que não queremos um retrocesso temos que travar esta guerra.

    ResponderExcluir
  11. SE COM A PESQUISA TENDENCIOSA E MENTIROSA DA DATA FOLHA ALIADA DA REDE GLOBO , PÓS DILMA COM 30% DE ACEITAÇÃO, IMAGINE OS ADVERSÁRIOS, VIRARAM PÓ.

    E PARA PIORAR,DATAFOLHA VAI À RUA NO AUGE DOS PROTESTOS E CONSTATA QUE PT TEM DOIS CANDIDATOS COMPETITIVOS PARA VENCER EM 2014; PSDB,NENHUM: COM LULA, O PT VENCERIA NO 1º TURNO, COM 46%; *COM DILMA, TERIA 30% E ENFRENTARIA MARINA (23%) NO 2º TURNO.

    ResponderExcluir
  12. DATAFOLHA: COM O MUNDO DESPENCANDO NAS RUAS, PT TEM DOIS CANDIDATOS COMPETITIVOS PARA VENCER EM 2014; PSDB, NÃO TEM NENHUM: com Lula, o PT venceria no 1º turno, com 46%; *com Dilma, teria 30% e enfrentaria Marina (23%) no 2º turno**Folha esconde a liderança de Lula na 1ª página e destaca avanço de Barbosa, o juiz que inventou o mentirão, suspeito de ter cometido CRIMES DURANTE O JULGAMENTO e escondido o verdadeiro relatório da policia federal , onde muitos tucanos estavam envolvido , e para isso usou o "mensalão" para perseguir o governo lula para livrar os seus amigos corruptos do PSDB. O 'Napoleão de toga' é a esperança conservadora para derrotar a esquerda e devolver a 'ordem' às ruas, COLOCAR O PAIS NAS MÃOS DA DIREITA , QUE RETROCEDERIA O PAIS, FARIA O PAIS VOLTAR PRA O ATRASO

    ResponderExcluir
  13. O PT E O DESAFIO DE RENOVAR A DEMOCRACIA
    'Pela primeira vez na história do país, um governo decidiu enfrentar o problema principal de sua formação social : a desigualdade. Essa mudança foi realizada - uma façanha, aliás - ao mesmo tempo em que as liberdades democráticas foram aprofundadas. A presidenta Dilma Rousseff saudou a « voz das ruas », condenou os excessos das forças de segurança e convocou a Brasília os principais porta-vozes dos movimentos para um debate franco. Não estamos, portanto, diante de um movimento contra o autoritarismo. No entanto, é impossível negar a existência de um mal estar na sociedade brasileira, que diz respeito a todas as instituições em seus diferentes níveis. Esse sentimento decorre de problemas de duas ordens distintas. Em primeiro lugar, apesar dos grandes avanços dos últimos dez anos, as condições de vida de milhões de brasileiros seguem difíceis, incluídos aí os milhões que viveram recentemente uma ascensão econômica e ocial. A crise profunda que atravessa o mundo hoje não diz respeito somente à economia. Os modelos políticos democráticos são, eles também, confrontados pelo desafio da mudança. O Partido dos Trabalhadores, que foi a ponta de lança das transformações no Brasil nos últimos anos - não se opõe à necessidade de mudança. Nascido há 33 anos das lutas sociais, e comprometido com todos aqueles que viviam à margem da política neste país, o partido precisa hoje se renovar e reencontrar esse elan generoso que animou seus primeiros anos de vida.' (Marco Aurélio Garcia; leia nesta pág. E também: 'A esquerda não pode piscar' aqui)
    (Carta Maior;Domingo,30/06/2013)

    ResponderExcluir
  14. VAMOS OCUPAR A MIRANTE

    domingo, 30 de junho de 2013
    Manifestação na porta da Globo quer ver recebido da sonegação pago
    #GloboMostreoDarf

    https://www.facebook.com/events/562115547160522/
    Nas redes sociais ganha corpo a cobrança popular para que a Rede Globo, se pagou, mostre o DARF do pagamento dos R$ 615 milhões de imposto de renda com multa e juros. A mesma cobrança deverá ser feita na manifestação marcada para o dia 3 de julho, quarta-feira, em frente à sede da emissora no Rio de Janeiro, e nas outras cidades do Brasil.

    O protesto agora é também contra a sonegação fiscal, uma forma de corrupção que surrupia dinheiro da saúde e da educação.

    ResponderExcluir
  15. A RESTAURAÇÃO EM MARCHA: 'A RUA JÁ DEU O QUE TINHA QUE DAR'

    Dos partidos da oposição, o único que aceitou o convite da Presidenta Dilma para conversar sobre o Brasil e a reforma política foi o PSOL. Demotucanos e assemelhados declinaram. Alegam não ter sobre o que conversar. Faz sentido. Ouvir as ruas é tudo o que o credo neoliberal entende que não deva ser feito nessa hora; em qualquer hora. A democracia para esse sistema auditivo é um ornamento. O oposto do que pensa a tradição socialista: a democracia cresce justamente quando escapa aos limites liberais e se impõe como força normativa aos mercados. Volatilidade é uma prerrogativa dos capitais, replica a visão conservadora. À política cabe a tarefa de calcificar o poder. Editoriais de O Globo, Estadão e Veja, ademais de centuriões da mesma extração, uivam a rejeição à proposta de plebiscito, que Dilma envia ao Congresso nesta 3ª feira. O que lhes interessava obter das ruas, as ruas já deram. O Datafolha, no calor da Paulista, sentenciou a chance de um 2º turno em 2014. O ‘não' ao convite de Dilma encerra a solidez de uma coerência histórica. A contrapartida cabe à esquerda. A sorte do país e o destino de sua democracia dependem, em grande parte, dos desdobramentos concretos que o diálogo simbólico entre Dilma e o PSOL tiverem na unificação da agenda progressista brasileira. Não apenas para a reforma política, mas para democratizar o crucial debate sobre o passo seguinte do desenvolvimento. (LEIA MAIS AQUI)
    Carta Maior; 3ª feira, 02/07/2013

    ResponderExcluir

  16. PORQUE SERÁ QUE AÉCIO NEVES É CONTRA A PARTICIPAÇÃO DO POVO, ELE É CONTRA A OPINIÃO DO POVO, COMO PODEMOS ACEITAR UM INDIVÍDUO COMO ESSE , CHEIO DE ASCENDA-LOS E CORRUPÇÃO QUE A REDE GLOBO E SUAS PARCEIRAS BAND, RECORD,SBT NÃO MOSTRA?

    Blog da Helena — Rede Brasil Atual
    -

    terça-feira, 2 de julho de 2013
    Em 1997 Aécio Neves fez Projeto de Decreto para convocar plebiscito. Agora é contra

    ResponderExcluir

  17. Blog da Helena — Rede Brasil Atual
    -

    terça-feira, 2 de julho de 2013
    Isso não passou na Globo: Jornalista da Globo hostilizado em Londres




    Jornalistas da rede Globo foram hostilizados e impedidos de entrevistar os participantes das manifestações de Londres em apoio ao Brasil. O jornalista Marcos Losekann, tentou intimidar um manifestante mais exaltado, mas retrocedeu ao perceber que a maioria o apoiava .

    Uma outra jornalista da Globo News, Ana Carolina, também não conseguiu fazer reportagem e foi aconselhada por manifestantes a deixar a empresa onde trabalha para assim poder exercer livremente suas funções. O grupo se reuniu por alguns minutos, tempo em que Marcos Losekann, aparentemente enviou sua entrevista por celular. Visivelmente desconfortáveis com a situação, o grupo deixou o local.

    ResponderExcluir
  18. Globo é expulsa do protesto da favela da Maré na Av. Brasil
    #OcupaRedeGlobo

    Mais uma equipe da Rede Globo que não consegue gravar reportagem diante dos protestos dos manifestantes.

    No protesto realizado na terça-feira (2), na favela da Maré até a Av. Brasil, no Rio, pelas 10 vítimas fatais do confronto na semana passada, a equipe da Globo foi recebida com os gritos:

    Globo, fascista! Sensacionalista!

    A verdade é dura, a Rede Globo apoiou a ditadura!

    Em tempo:
    Hoje, 03/07, tem ato Nacional em frente às emissoras da Rede Globo em todo o Brasil. Procure saber em sua cidade.
    No Rio, das 17 às 20hs: https://www.facebook.com/events/562115547160522/
    Em Fortaleza, às 16:30hs: https://www.facebook.com/events/156592181195500/
    Por: Zé

    ResponderExcluir

PENSO, LOGO EXISTO (René Descartes)...

PENSO, LOGO EXISTO (René Descartes)...

Seguem esse blog: