Blog do Marcelo Lira

Blog do Marcelo Lira
Apenas minha OPINIÃO, todos tem o DIREITO de discordar dela, mas todos tem o DEVER de respeitá-la...

terça-feira, 8 de novembro de 2011

ENQUANTO ISSO NA USP...

Enquanto isso, na USP, os PLAYBOYS MACONHEIROS PSEUDO-REVOLUCIONÁRIOS expõem suas reinvidicações e idéias:





A alienação desses indivíduos coloca em risco toda uma comunidade universitária formada por mais de 40.000 acadêmicos, professores e funcionários ao reinvindicar a saída da polícia, para que possam fumar maconha, entre outras coisas, em paz, proporcionando o ambiente propício para o altos índices de criminalidade que havia dentro do campus.
Esses indivíduos se auto-intitulam politizados, mas não passam de playboys pseudo-revolucionários maconheiros bancados pelo papai capitalista que lhes dá "Ipods", tablets, "Iphones" e outras maravilhas do capitalismo que eles tanto combatem, lutando por uma uma decrépta e utópica revolução socialista, sonhando que o Brasil um dia se torne tão miserável quanto os países em que seus ídolos instauraram ditaduras socialistas fracassadas...

Um comentário:

  1. Desse meio de pseudo-revolucionários, como você intitula, provavelmente tenha gente que faz ou fez parte de UNE, DCEs, UMES e etc, e que no futuro, provavelmente, alguns serão sindicalistas, integrantes ou apoiadores do MST, políticos, ou coisa do gênero. Eu nunca vi com bons olhos esse tipo de gente, que se intitulam politizados, mas, na verdade, são verdadeiros vermes da sociedade e futuros sanguessugas. Alguns são, como afirma a matéria, filhos de papai, que tem tempo pra tudo, principalmente fumar maconha; outros, gente comum, na sua maioria frustradas por não terem condições financeiras, muito menos coragem de trabalhar, e, por conseguinte, culpam o capitalismo. Exemplo é que não faltam. Aqui mesmo em Imperatriz tem muita gente que saiu desse meio. Não precisa ir longe, é só visitar alguns partidos políticos e alguns blogues (inclusive divulgando matérias características desse tipo de gente e culpando o governador de São Paulo).

    ResponderExcluir

PENSO, LOGO EXISTO (René Descartes)...

PENSO, LOGO EXISTO (René Descartes)...

Seguem esse blog: