Blog do Marcelo Lira

Blog do Marcelo Lira
Apenas minha OPINIÃO, todos tem o DIREITO de discordar dela, mas todos tem o DEVER de respeitá-la...

quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

PSEUDO-CELEBRIDADES x VALORES SOCIAIS...

Diante da proximidade do carnaval a mídia começa a abrir cada vez mais espaço a pseudo-celebridades (mulheres fruta, funkeiras, ex-BBBs, ex-Fazendeiros da Record...) que pouco têm a mostrar além de corpos modificados através de intervenções cirúrgicas e/ou uso de medicamentos com comercialização proibidos.
Como disse Marcelo D2: "...celebridade é artista, artista que não faz arte..."
Bem essas pessoas, na maioria mulheres têm pouco ou nenhum conteúdo a oferecer, a não ser mostrar seus corpos modificados ao longo de anos de investimentos em intervenções em plásticas ou medicamentos.
O que me deixa perplexo é a super valorização dessas pessoas, gerando uma inversão de valores em uma sociedade com verdadeiros valores já tão fragilizados.
Essas pessoas ganham dinheiro, e não é pouco, mostrando a milhões de jovens que não é preciso estudar, que inteligência e conhecimento podem ficar em segundo plano, e que o importante mesmo é ter um corpo "sarado" (não importa como, mesmo que nesta busca ele fique deformado e a voz engrosse), um par de peitões e uma bunda siliconados (mesmo que perca a beleza natural), encontrar um programa de baixo nível cultural para aparecer de vez em quando, posar nua e achar um homem rico e burro (geralmente jogador de futebol) para com ele ter um filho e viver de pensão.
É isso que queremos ensinar para nossos filhos e filhas???
Pesquisando pela grande rede achei alguns exemplos que gostaria de compartilhar:
Valeska "Popozuda", nem era tão popuzuda assim...

Viviane Araújo...

Adriana Bombom, na foto do meio estava bem, mas depois exagerou...

Gracyane Barbosa, perdeu o limite e exagerou...

Confraternização.

Outra observação, é que no meu ponto de vista, além de ficarem com a voz grossa, perdem outros traços físicos femininos, ficando em alguns casos com aparência masculinizada, além de se tornarem vulgares pelo excesso da busca por mostrar o corpo, já que não tem nada além dele para oferecer.
Não tenho nada contra a prática de musculação e outras atividades físicas que visam um bom condicionamento físico e uma boa aparência, eu inclusive malho há um bom tempo, mas creio que a super-valorização do corpo e menosprezo do cérebro desvirtua o cidadão e a sociedade.

2 comentários:

  1. apesar de concordar que o exagero e notorio e o apelo ao corpo e muito grande acredito que todo mundo tem seu jeito de expresar o que sente nem que seja com exager.beijos

    ResponderExcluir
  2. Concordo, porem cada um tem sua realidade, seu gosto e sua maneira de ascender na vida.

    ResponderExcluir

PENSO, LOGO EXISTO (René Descartes)...

PENSO, LOGO EXISTO (René Descartes)...

Seguem esse blog: