Blog do Marcelo Lira

Blog do Marcelo Lira
Apenas minha OPINIÃO, todos tem o DIREITO de discordar dela, mas todos tem o DEVER de respeitá-la...

domingo, 26 de dezembro de 2010

EDUCAÇÃO PARA O TRÂNSITO DE IMPERATRIZ...





Ontem, dia de natal, vi de uma forma mais intensa o que cotidianamente vejo no trânsito de Imperatriz, acidentes, acidentes e mais acidentes.
Cheguei em nesta cidade em 1988 e digo sem medo de errar que nunca tinha visto suas ruas tão bem sinalizadas (pelo menos no centro da cidade), não há como negar que prefeitura, através da secretaria de trânsito, vem fazendo um ótimo trabalho na tentativa de organizar o quase caótico trânsito imperatrizense.
Mas há um misterioso fenômeno que acontece com algumas pessoas que se negam a obedecer a sinalização.
Ontem pela manhã vi um acidente na esquina da Rua Aquiles Lisboa com a Rua Godofredo Viana em que o piloto de uma moto avançou a preferencial e atingiu a lateral de um Gol que vinha tranquilamente usufruindo da preferência da via transversal, o resultado foi trágico para o motoqueiro. Minutos depois, na mesma Godofredo Viana com Rua Luís Domingues vi um Palio com a frente batida, não vi o outro veículo, que deve ter se evadido do local, a observação a ser feita é que esse cruzamento tem semáforo. Ao sair para jantar vi um outro acidente no cruzamento de outra via sinalizada com semáforo, a Av. Dorgival Pinheiro de Sousa com Rua Alagoas, em que um mulher jovem esperava deitada no asfalto a chegada do SAMU.
Sem falar  Rua Santa Teresa, tão bem sinalizada que em alguns momentos me parece estar visualmente poluída por tantos elementos que tentam indicar que a mesma é preferencial quase que integralmente.
A cruel dúvida é: Por que uma parcela dos motoristas insistem em não obedecer sinais de trânsito tão claros e de fácil compreensão???
A única explicação que encontro para tal questionamento é o comportamento egocêntrico de alguns motoristas e pedestres, que acham-se no direito de estar acima das leis, estejam eles alterados pelo consumo do álcool ou não. Pois algumas pessoas podem dizer que tudo é culpa da bebida, que álcool e direção não se misturam.
Mas o que dizer dos absurdos que vemos todos os dias nas ruas e avenidas da nossa cidade:

  •  Motoristas que param os seus veículos no meio de cruzamentos e vias congestionadas para conversar com um pedestre ou outro motorista, sem se preocupar com as pessoas que não podem passar porque ele está atrapalhando o trânsito.
  • Caminhões que carregam e descarregam em horário comercial em avenidas e ruas de intenso tráfego.
  • Pedestres que insistem em caminhar pela rua mesmo quando a calçada está disponível e em boas condições.
  • Ciclistas que não obedecem o sentido do fluxo de veículos da rua.
  • Uma equipe de fiscalização de trânsito ineficaz, ou por falta de contingente ou por falta de gestão, que não trabalha à noite, turno em que acontecem diversos acidentes de alta gravidade.
Se os absurdos forem listados, teremos aqui um texto imenso, mas é possível reduzi-lo através da indicação da solução que acredito ser a mais cabível para o problema, o trânsito de Imperatriz precisa de investimentos em campanhas e ações que promovam a educação no trânsito e uma melhoria na fiscalização das leis através de aumento do efetivo de guardas de trânsito, com equipes que trabalhem 24 horas por dia os sete dias da semana, em novas tecnologias de fiscalização tipo sensores de velocidade e de semáforo, além do mais difícil e mais oneroso de todos, investimento ampliação das vias existentes e construção de novas.
Como é possível ver, mesmo com todo esforço da secretaria municipal de trânsito, ainda há muito pra se fazer, e com certeza um bom começo seria uma campanha educativa voltada aos motoristas e pedestres no sentido de que eles observem e respeitem mais a sinalização existente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

PENSO, LOGO EXISTO (René Descartes)...

PENSO, LOGO EXISTO (René Descartes)...

Seguem esse blog: