Blog do Marcelo Lira

Blog do Marcelo Lira
Apenas minha OPINIÃO, todos tem o DIREITO de discordar dela, mas todos tem o DEVER de respeitá-la...

domingo, 7 de novembro de 2010

A imortalidade da boa música...

Neste sábado a noite estive com minha família em uma grande pizzaria da cidade onde gosto de ir, pois além da boa qualidade do estabelecimento, neste dia toca na casa uma banda de rock de nome bastante peculiar: "PILANTROPIA".


Os caras cantam muito, tem um repertório bastante vasto, com clássicos do rock nacional e internacional.






Muita música boa, rock de ótima qualidade, Legião, Metallica, Nirvana, Eagles, Ira...
Músicas do tempo em que os compositores não se preocupavam tanto com o dinheiro que iam ganhar, mas sim com a qualidade das suas composições e a mensagem que elas deixariam para as pessoas que as ouvissem.
Mas o mais legal de tudo foi ver uma mesa que ficava bem em frente ao palco, com aproximadamente 15 adolescentes que vibravam todas as vezes que o vocalista cantava clássicos do rock nacional da década de 80.


Eu que sou um crítico ferrenho dos gêneros musicais atuais (axé-music, bunda-music, corno-music, rima-music, emo-music, sertanejo-universitário...) fiquei muito satisfeito em ver que nem tudo está perdido.
Há adolescentes de bom gosto musical que conseguem resistir a futilidade dos modismos musicais que trazer refrões de fácil memorização e pouco conteúdo.
Lembrando que mesmo após a morte de Renato Russo e o fim da banda, a internet e a pirataria, os CD's da Legião Urbana ainda estão na listas dos mais vendidos.
Eu fui ao Festival Ceará Music 2001 quando morava em Fortaleza, e uma das atrações era Paulo Villa-Lobos e Marcelo Bonfá (remanescentes da Legião Urbana) e convidados, entre eles Roberto Frejat (Barão Vermelho) e vi aproximadamente 40.000 pessoas, de todas as idades, cantarem, em uma só voz, músicas que marcaram uma geração privilegiada por poder viver um momento mágico da música brasileira.
Ainda há uma luz no fim do túnel.
Salve a boa música brasileira, independentemente do estilo, mas que traga em si conteúdo que faça bem à mente e ao coração.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

PENSO, LOGO EXISTO (René Descartes)...

PENSO, LOGO EXISTO (René Descartes)...

Seguem esse blog: