Blog do Marcelo Lira

Blog do Marcelo Lira
Apenas minha OPINIÃO, todos tem o DIREITO de discordar dela, mas todos tem o DEVER de respeitá-la...

sexta-feira, 19 de novembro de 2010

Diogo Mainard e o absurdo do preconceito "eleitoral"...

Em função da falta de tempo, demorei um pouco a ler a minha revista VEJA desta semana (edição de 17/11/10 pag. 131), lá pelas últimas páginas estava o artigo do DIOGO MAINARD, resolvi lê-lo, coisa que habitualmente não faço, pois não gosto dos seus textos, e para minha surpresa esse Sr. fez retornar à mídia um tema que há algumas semanas atrás estava no foco de vários debates: a XENOFOBIA.


Se antes não gostava de seus textos, hoje posso dizer que gosto menos ainda.
Como se já não bastasse a onda xenofóbica contra nordestinos promovida após a eleição da Presidente Dilma, promovida por indivíduos de baixo Q.I. que se julgam superiores por serem brasileiros como nós, mas nascidos em cidades ou estados localizados um pouco mais abaixo da linha do equador. Se a distância da linha do equador fosse indicativo de superioridade, o mundo seria dominado por esquimós e argentinos da Patagônia. Esse Sr., cuja a revista VEJA desperdiça quase meia página para suas asneiras, citou Euclides da Cunha em seu livro Sertões, quando comparou os eleitores de Dilma Roussef  aos seguidores do Beato Antônio Conselheiro no acampamento de Canudos.

"...UNS BRONCOS, UNS PRIMITIVOS, UNS RETARDATÁRIOS, UNS RETRÓGRADOS, UNS IMPOTENTES, UNS PASSIVOS. ELES ERAM UMA TURBA DE NEURÓTICOS VULGARES, DE DESVAIRADOS, DE DESEQUILIBRADOS INCURÁVEIS. ELES ERAM UMA GENTE ÍNFIMA E SUSPEITA, AVESSA AO TRABALHO, VEZADA À MANDRIA E À RAPINA..."

Este é uma parte do trecho do clássico da literatura nacional que Diogo Mainard citou para descrever a mente e o comportamento dos brasileiros e e consequentemente os eleitores da Presidente eleita, pois o artigo e questão trata de um equivocado prognóstico que ele havia feito em 2008, em que afirmava que Dilma Rousseff chegaria em quinto na eleição presidencial de 2010.
Acho um absurdo que uma revista do porte da VEJA dê espaço para um texto tão absurdos quanto preconceituosos como esse, que possibilita a um indivíduo preconceituoso e xenofóbico manifestar toda a sua postura imunda e politicamente incorreta e simultâneamente prepara a sua defesa jogando a responsabilidade ao renomado escritor e imortal da ABL.
No sistema democrático eleitores tem a possibilidade de eleger seus governantes, mas a máxima do respeito entre vencedores e derrotados deve ser mutuamente respeitada.
Somos todos brasileiros e seremos governados por uma Presidente eleita pela maioria.

Um comentário:

  1. Revista VEJA tem porte de revista VEJA por que da espaço a pessoas como Diogo.E Diogo tem porte de Diogo por que é polêmico e incorreto, com isso atrai leitore (gostosos e desgostosos) e vende o seu produto não só impresso, mas tambem em outras mídias. Prefiro ler uma bula de remédio a veja

    ResponderExcluir

PENSO, LOGO EXISTO (René Descartes)...

PENSO, LOGO EXISTO (René Descartes)...

Seguem esse blog: