Blog do Marcelo Lira

Blog do Marcelo Lira
Apenas minha OPINIÃO, todos tem o DIREITO de discordar dela, mas todos tem o DEVER de respeitá-la...

sábado, 23 de outubro de 2010

Pelé e sua Filha...


Hoje, 23 de outubro de 2010, enquanto todas as emissoras celebram os 70 anos daquele que foi considerado o atleta do século 20 e o maior jogador de futebol de todos os tempos, eu prefiro escrever sobre um tema que me vem a mente todas as vezes que ouço falar de Edson Arantes do Nascimento.
O caso em questão é a triste história de sua filha, reconhecida em juízo, Sandra Regina Machado Arantes do Nascimento Felinto, esta jovem lutou e conseguiu ser reconhecida como filha de Pelé após diversos recursos de seu pai. Uma outra coisa que me marcou foi uma entrevista do cantor Roberto Carlos em que ele falava sobre o recém-reconhecimento de um filho que ele acabara de conhecer depois de 3 décadas, nesta entrevista, o Rei (da Música) afirmou que reconheceria e ajudaria todos aqueles que comprovassem através de exame de DNA que realmente são seus filhos. Ao mesmo tempo que achei um grande desvio de caráter do Pelé, sua atitude em relação a sua filha, achei de uma grandeza sem fim a atitude de Roberto Carlos. Ninguém pede pra nascer e muito menos escolhe quem será seu pai ou sua mãe, filhos são sempre filhos, independente da idade que tenham.
Não questiono a importância do atleta Pelé para o futebol brasileiro, mas creio que esse fato não pode ser esquecido, e o considerado uma "mancha" em uma das carreiras de um dos homens mais conhecidos do mundo.

Vejam essa matéria retirada da Folha Online em 18/10/2006 (http://www1.folha.uol.com.br/folha/cotidiano/ult95u127176.shtml):
Corpo de vereadora filha de Pelé é enterrado em Santos da Folha Online
O corpo da vereadora de Santos (litoral de São Paulo) Sandra Regina Machado Arantes do Nascimento Felinto, filha de Pelé, foi enterrado na manhã desta quarta-feira no cemitério Memorial Necrópole Ecumênica. Sandra morreu na terça (17), em decorrência de um câncer de mama.

O velório foi realizado no salão nobre da prefeitura. O corpo chegou ao cemitério por volta das 9h45 e, meia hora depois, ocorria o sepultamento.




Sandra descobriu que tinha câncer em maio do ano passado. Ela teve que passar por uma cirurgia para retirada da mama direita e quimioterapia. Recentemente, descobriu que a doença havia afetado também a mama esquerda.

No domingo (15), a vereadora foi internada no Hospital da Beneficência Portuguesa com problemas respiratórios e, às 9h de ontem, teve uma parada cardiorrespiratória.

Segundo a médica Martha Perdicaris, que acompanhou o caso desde o início, a vereadora foi resistente ao tratamento. "Alertamos várias vezes que ela não poderia postergá-lo, mas ela dizia que tinha muitas atividades e que não podia."

DNA e política

Sandra ficou conhecida depois de enfrentar uma longa disputa judicial para obrigar Pelé a reconhecê-la como filha. Pelé recorreu 13 vezes, mas perdeu.

Durante o processo, ele foi obrigado a fazer um exame de DNA. Confirmada a paternidade, em 1996, Sandra conseguiu mudar o sobrenome e acrescentar o do pai.

Freqüentadora da Assembléia de Deus e estudante de direito, Sandra era casada e tinha dois filhos --de 6 e de 8 anos. Nascida no Guarujá, ela cumpria seu segundo mandato como vereadora de Santos pelo PSC. No cargo, conseguiu a aprovação de um projeto de lei que garante a realização de testes de DNA gratuitamente a pacientes da rede pública.

Nas eleições de 1º de outubro ela tentou sem sucesso uma das vagas na Assembléia Legislativa de São Paulo também pelo PSC. Sandra teve 19.914 votos (cerca de 0,01%).

Morte

Pelé recebeu a notícia da morte de Sandra em seu carro, quando seguia para uma reunião, em São Paulo. Segundo sua assessoria de imprensa, ele lamentou e afirmou ter "rezado muito" por ela, na noite anterior.

Pelé informou que não iria nem ao velório nem ao enterro de Sandra. Segundo sua assessoria, ele não costuma ir a velórios porque se sente mal.

Para marcar sua presença nas cerimônias, Pelé enviou uma coroa de flores ao local do velório. A mãe de Sandra, a dona-de-casa Anisia Machado, no entanto, mandou que as flores fossem retiradas de perto do caixão e deixadas em outra sala.

Com Agência Folha

5 comentários:

  1. Eu sempre achei Pelé mau carater, depois de ser um apaixonado pelo santos, mas deixei ser santista so por causa dele.

    ResponderExcluir
  2. Juridicamente , a filha obteve o reconhecimento ( coercitivamente). Mas não conquistou o coração, do Pelé. ( Reconhecimento afetivo). Mas a familia dela também não reconheceu afetivamente ao Pelé. Fato demonstrado com a recusa da coroa. Triste

    ResponderExcluir
  3. Só sabe o que é ter uma filha bastarda quem é mãe solteira e pior quando o pai sabe da existência desse ser e finge que não sabe. É humilhante ter que colocar na justiça e fazer o teste do DNA, mas tem que fazer isso mesmo, para que esses canalhas aprendam a respeitar um ser e calar-se diante de um resultado positivo. Os filhos com certeza não terão o amor, o carinho, o afeto mas terão o seu nome no registro e não mais terão constrangimentos em relação ao seu registro de nascimento. Dinheiro não é tudo, mas eles precisam saber que mulher nenhuma é apenas um depósito de espermas. Sabe quem é o pai, então não perca tempo seu filho um dia vai lhe cobrar por isso. Corra atrás!!!

    ResponderExcluir
  4. mau caráter, aliás o filhinho dele traficante deve ter puxado ao pai, kkk

    ResponderExcluir
  5. O filme "Pelé Eterno", mentirosamente afirma que ele reconheceu a paternidade dela expontâneamente. Que mentira! É a nossa mídia produzindo os nossos heróis

    ResponderExcluir

PENSO, LOGO EXISTO (René Descartes)...

PENSO, LOGO EXISTO (René Descartes)...

Seguem esse blog: