Blog do Marcelo Lira

Blog do Marcelo Lira
Apenas minha OPINIÃO, todos tem o DIREITO de discordar dela, mas todos tem o DEVER de respeitá-la...

quinta-feira, 6 de setembro de 2018

O SEGUNDO CAPÍTULO DA NOVELA O MAJOR E O DELEGADO NA POLÍTICA DE IMPERATRIZ-MA...

Vendo, lendo e ouvindo tudo que está repercutindo no caso do rompimento do Major da PM com o Prefeito-Delegado que culminou com o desligamento da Secretaria de Esporte do Município, esposa do militar, vem à minha mente uma série ditados populares:

"NADA COMO UM DIA ATRÁS DO OUTRO"...
"AQUI SE FAZ AQUI SE PAGA"...
"UM DIA É DA CAÇA E OUTRO É DO CAÇADOR"...
"QUEM PLANTA VENTO COLHE TEMPESTADE"...

Mas pra entende-los é preciso relembrar o caso na sua origem.
Na companha eleitoral de 2016, quando o governador do Maranhão deslocou PMs para organizar uma operação de segurança para o pleito, entre eles apoiadores e opositores que não iriam poder estar em seus domicílios eleitorais no dia da votação.
Entre esses opositores estava o referido Major, que achando-se perseguido divulgou um áudio em grupos de WhatsApp em que ofendia o governador e desrespeitava a hierarquia da Polícia Militar. O segundo ato se deu com a sua esposa que permaneceu sentada em frente ao terceiro BPM.
Por mais esdrúxula que possa parecer, a ação surtiu efeito e foi provavelmente o principal elemento que impulsionou a fraca campanha do atual prefeito a chegar à vitória com menos de 30% dos votos, algo que dificilmente voltará a acontecer na história política da cidade.
Como prêmio foi dada aos principais agentes da operação, a Secretaria de Esportes do Município.
Dois anos depois, após o prefeito demonstrar a sua conhecida pouca habilidade política não "agasalhando" todos os candidatos a deputado do seu grupo político sob as "asas da Prefeitura", negando apoio até ao Vice-Prefeito, acontece a ruptura do casal com o executivo municipal.
Mais uma vez as redes sociais foram o veículo utilizado para, áudios e vídeos enchem-as e expõem as versões de cada lado no que promete ser um dos grandes escândalos políticos de Imperatriz em 2018.

quinta-feira, 23 de agosto de 2018

O GRÁFICO QUE A MIRANTE NÃO MOSTROU PRA NÃO RECONHECER A VITÓRIA DE FLÁVIO DINO (PCdoB) NO PRIMEIRO TURNO...

Hoje saiu a tão aguardada pesquisa encomendada pela Mirante da Família Sarney para o Governo do Estado do Maranhão.
Nem a Mirante teve a audácia de mentir sobre a vitória de Flávio Dino no primeiro turno, mas como era de se esperar, a ética jornalística passou longe e o foco foi numa "suposta" diminuição da diferença entre o atual governador do Maranhão e Roseana Sarney, representante da Oligarquia que colocou o Maranhão no patamar dos indicadores sociais dos países mais pobres do mundo.
Se o jornalismo da Mirante fosse sério, ou ético, ou honesto, mostraria esse gráfico:
Esse gráfico, que eu preparei, pois de acordo com os aspectos que citei, que faltam no jornalismo da referida empresa, mostram exatamente, segundo pesquisa encomendada por ela, a contagem dos VOTOS VÁLIDOS, que são os que são contados para eleger um candidato em uma eleição.
Para os que não entendem ou tentam induzir ao erro como a emissora Sarneysta, vou explicar.
Esse foi o gráfico que a emissora Sarneysta mostrou com Flávio Dino na liderança (obviamente), mas com 43%, acontece que apresenta 8% de votos Brancos ou Nulos e 7% de indecisos, que totalizam 15% de votos não válidos, que não são contabilizados numa eleição.
Ou seja, segundo a pesquisa da própria Mirante, só 85% dos votos tem valor eleitoral, cuja a metade é exatamente 42,5%, tendo Flávio Dino 43%, segundo eles mesmos mostraram, tem mais da metade, que é superior à soma dos votos de todos os candidatos juntos, o que segundo a Lei Eleitoral, garante a vitória em primeiro turno.
Ou seja, se a própria Mirante Sarneysta mostra uma pesquisa com um resultado como esse, então a situação real deve estar muito melhor para Flávio Dino, e muito pior pra Roseana...

terça-feira, 21 de agosto de 2018

Lavoisier entre Lula e Bolsonaro...

"Lavoisier foi um químico francês, considerado um dos pais da química moderna. Autor da frase “Na natureza nada se cria, nada se perde, tudo se transforma”. Enunciou a “Lei da Conservação das Massas” (Lei de Lavoisier). Foi um dos pioneiros nos estudos de Química, Fisiologia, Economia, Finanças, Agricultura Científica, Administração Pública e Educação (FONTE: Toda Matéria)".
Na política, assim como todas as áreas do conhecimento humano, a Lei de Lavoisier, que nunca esqueço, pois foi tema da minha redação no vestibular da Universidade Federal do Ceará-UFC em 1995, também se aplica, mas muita gente a desconhece ou finge desconhecer para convencer quem não conhece.
Ontem foi divulgada uma pesquisa IBOPE , e como era de se esperar foram simulados dois cenários, um com Lula e uma sem:


O segundo cenário deixou os eleitores de Bolsonaro altamente empolgados, o que é justo, haja vista que na ausência de Lula, no atual momento ele é nitidamente líder, mas as avaliações superficiais desconsideram aspectos importantes em uma eleição:
  1. Votos brancos, nulos e indecisos.
  2. Rejeição.
A Teoria de Lavoisier se encaixa exatamente no item 1, no cenário com Lula os votos citados neste item somam 22%, no cenário segundo cenário esse índice sobe para 37%, e isso não coincidência, essa considerável diferença de 15% provavelmente representa os eleitores que votariam no Lula, mas em um cenário sem ele não ainda não decidiram em quem votar.
Os votos de Lula não se perdem, mas se transformam, e provavelmente decidirão a eleição, concentrando-se em um só candidato ou dispersando-se em vários.
O item 2, rejeição, descreve a quantidade de eleitores que não votariam em hipótese alguma em um candidato, neste quesito Bolsonaro também lidera, com 37%, seguido de Lula com 30%. 
A rejeição de Bolsonaro é igual ao percentual de votos de Lula no primeiro cenário, e a rejeição de Lula é equivalente ao percentual de votos de Bolsonaro, Marina, Alckmim e Alvaro Dias.
Bolsonaro vem oscilando entre 18% e 22% há muito tempo, o que demonstra que seu eleitorado é fiel, não importa o que ele faça ou fale, mas ele tem dificuldades em ir além, principalmente entre alguns grupos específicos como mulheres, negros e pardos, e as camadas mais pobres da população.
Portanto no meu humilde entendimento essa eleição será decidida pela forma como os candidatos souberem lidar com:
  • Os votos de Lula, que não serão desintegrados ou sumirão, se transformarão, lembre-se de Lavoisier.
  • A sua própria rejeição e a rejeição de seus adversários.
Portanto os marqueteiros e estrategistas terão um grande trabalho, Bolsonaro, por exemplo, vem mudando de postura, amenizando o próprio discurso, fugindo de temas polêmicos e, em alguns casos, negando as próprias falas, inclusive algumas que foram gravadas.



sexta-feira, 27 de julho de 2018

Fechadas coligações estadual e federal do grupo de Flávio Dino...

Do Blog do Minard.


Vinte e quatro horas antes da convenção formada pelos 15 partidos que acompanham a reeleição do governador  Flávio Dino (PCdoB), foi fechada a tão esperada coligação de partidos que disputarão as 42 vagas de deputados estaduais e as 18 vagas a deputados federais.
Na coligação federal o destaque ficou por conta da chapa formada pelos partidos PR/PDT/PP que poderão formar um quantitativo de votos que elegerão até 5 deputados federais.
Já no chapão PCdoB/PRB/PTB/PSB/PEN/-SD/DEM/PROS/PTC/PPL/PPS a luta será para tentar eleger algo em torno de 8 federais somando com um possível federal eleito pelo PT que sairá sozinho na chapa, contabilizando assim algo em torno de 13 a 14 deputados federais.
No cenário estadual ficou PDT/PCdoB/-PRB/PP/PR/PSB/DEM/PTC formando o chapão e correndo para eleger até 20 deputados estaduais.
A chapinha será formada pelo PTB/PEN/PROS/PPS/PPL aonde tentarão eleger até 4 estaduais.
A novidade ficou por conta do partido solidariedade (SD) que sairá sozinho na tentativa de eleger até 3 estaduais, sendo dois direto e um na sobra.
E como já haviam espalhado, o PT sairá sozinho tentando buscar até 2 vagas na assembleia legislativa.
Quem são os possíveis eleitos?  Isso ficará para a próxima postagem …
SIMPLES ASSIM

domingo, 8 de julho de 2018

A indústria da FAKE NEWS não respeita procedimentos nem a coerência, como no triste caso ocorrido no Hospital Macroregional de Imperatriz, mas o vídeo fala por si...

A "indústria da FAKE NEWS" ignora leis e procedimentos, como no caso da trágico falecimento do cidadão que foi levado ao Hospital Macroregional de Imperatriz.
Sobre este caso a direção do hospital se posiciona da seguinte forma:

O Hospital Macrorregional Dra Ruth Noleto esclarece que:

1. No último sábado (7), chegou à unidade paciente com parada cardiorrespiratória;
2. Durante 40 minutos, a equipe de médicos e enfermeiras do Hospital realizou procedimento de reanimação do paciente. Infelizmente, não obteve sucesso;
3. A família do paciente recebeu toda orientação e acompanhamento da equipe multidisciplinar do hospital, de modo a garantir o amparo que a situação necessita;
4. Imperatriz conta com Unidades de Pronto Atendimento e Hospital Municipal para atendimento de casos de urgência e emergência;
5. Desde 2016, quando foi inaugurado, o hospital mantém o perfil de atendimento aos pacientes de cirurgias eletivas de média e alta complexidade.

quinta-feira, 5 de julho de 2018

Imperatriz terá um Centro de Ciências da Saúde na UEMASUL, com Medicina, Farmácia e Saúde Coletiva e o terceiro Campus da Universidade na cidade...


Ontem no programa #AfavordaEducacao que apresento com Josevan Marques na Difusora Sul FM 105,1 às 23h de segunda a sexta, tivemos a participação ao vivo, via telefone, direto de São Luis, do Deputado Prof. Marco Aurélio (PCdoB).
O tema foi a aprovação por unanimidade na Assembleia Legislativa do Projeto de Lei de autoria do executivo estadual, no caso o Governador Flávio Dino (PCdoB), cujo relator foi o próprio Dep. Marco Aurélio, que  cria o Centro de Ciências da Saúde na UEMASUL, que será inaugurado com os cursos de Farmácia, Bacharelado em Saúde Coletiva e Medicina.
Durante a entrevista uma ouvinte de Goiânia-GO, mas que era de Imperatriz, enviou uma pergunta sobre onde funcionariam esses cursos, para minha grata surpresa fiquei sabendo que Imperatriz vai ter mais um Campus da UEMASUL, que somado ao já existe é foi reformado onde funciona o Centro de Ciências Humanas e Sociais Aplicadas, e ao que está sendo construído na BR-010 para o Centro de Ciências Agrárias totalizaram 3 (três) Campi (plural de Campus) da Universidade da Região Tocantina do Maranhão, só em Imperatriz.
Isso é que é realmente fomentar o desenvolvimento regional de forma sustentável através da educação...

#AfavordaEducacao

quarta-feira, 13 de junho de 2018

Gestão do Prefeito de Imperatriz-MA, Assis Ramos é REPROVADA por maioria da população, segundo pesquisa...

Por John Cutrim



Pesquisa Data M 3, sob Registro TRE 09455/2018 divulgada nesta quarta-feira (13) no jornal Bom Dia MA da TV Difusora (SBT), mostrou que a administração do prefeito de Imperatriz, delegado Assis Ramos (MDB) é reprovada por 54,2% da população, ou seja, a maioria. Ainda segundo a consulta, 43,8% dos imperatrizenses aprovam a gestão do prefeito.
A pesquisa eleitoral ouviu 394 eleitores de Imperatriz no período de 04 a 06 de junho de 2018.
A margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou para menos. O nível de confiança utilizado nos resultados da pesquisa é de 95%. Para essa pesquisa foram ouvidos homens e mulheres, conforme percentual de eleitores disponibilizados no TRE-MA/2018, a maioria com grau de escolaridade nível médio.


FONTE: http://jornalpequeno.blog.br/johncutrim/gestao-do-prefeito-de-imperatriz-assis-ramos-e-reprovada-por-maioria-da-populacao-diz-pesquisa/#ixzz5IKrLR6oL


NOTA DO BLOG DO MARCELO LIRA: Roseana que outrora estava empolgada com o bom nível de aprovação do Prefeito de Imperatriz, parecia pela primeira vez ver a possibilidade de ter um bom cabo eleitoral na segunda maior cidade do estado, se em nível federal o maior apoiador de Roseana e Michel Temer o presidente com maior rejeição da história, em Imperatriz a situação parece esta se encaminhando pra se igualar.
Mas as recentes ações do Prefeito como a greve dos professores, a Zona Azul, etc..., parecem estar acabando com suas esperanças.
Eu escrevi sobre isso em janeiro desse ano: 

terça-feira, 12 de junho de 2018

Decreto de autoria do Vereador Carlos Hermes anula ZONA AZUL no Centro de Imperatriz-MA.


Decreto Legislativo n° 21, aprovado hoje na Câmara Municipal, de autoria do Vereador Carlos Hermes, sustou totalmente os  efeitos da Decreto n° 17, do Prefeito Assis Ramos sobre Faixa Azul.
Pra quem não lembra a Zona Azul proposta pelo Prefeito de Imperatriz pretendia instituir a cobrança de taxa pra estacionar no centro da cidade e colocava em risco empregos e não prévia como trataria a cobrança para quem trabalha ou mora nas áreas de cobrança.
A câmara votou em unanimidade pela anulação da privatização das ruas da cidade, até os vereadores da base do Prefeito votaram contra.
Escrevi sobre o tema no dia 12 de maio: http://blogmarcelolira.blogspot.com/2018/05/a-rua-e-publica-em-imperatriz-vai.html?m=1

sexta-feira, 8 de junho de 2018

A pedido do Vereador Carlos Hermes, Governo do Estado cria Superintendência de Cultura e Turismo com sede em Imperatriz


Na noite desta sexta-feira (08), o Vereador Professor Carlos Hermes esteve reunido com o Secretário de Cultura e Turismo do Maranhão, Diego Galdino, em São Luís para alinhar os primeiros passos para a implantação da Superintendência de Cultura e Turismo do Sul do Maranhão que terá sede em Imperatriz com o apoio do Secretário de Infraestrutura, Clayton Noleto, e do Deputado Estadual Marco Aurélio.

A ação é fruto de um pedido realizado pelo vereador no ano passado durante uma reunião em que o Governador Flávio Dino recebeu os parlamentares da Câmara Municipal de Imperatriz afim de atender diversas demandas da cidade. A implantação e a forma de funcionamento serão anunciadas em breve pelo secretário que virá pessoalmente a Imperatriz.

“Para mim é um sinal de enorme satisfação e prestígio do Governador Flávio Dino com Imperatriz e também com a Câmara Municipal por atender um pedido meu e de nossos artistas. Essa conquista vem destacar a nossa luta pela valorização da cultura regional e a preservação do nosso patrimônio material e imaterial, pois não é possível pensar em desenvolvimento de uma cidade sem o desenvolvimento cultural de seu povo”, ressaltou o Vereador Carlos Hermes.

quinta-feira, 31 de maio de 2018

MAIS UM JEI'S SEM MEDALHAS E DESSA VEZ SEM EQUIPES DE PRIMEIROS SOCORROS NOS LOCAIS DE JOGOS...

Os JEI's, Jogos Escolares de Imperatriz, na sua versão 2018 ainda não acabou, mas já tem muita coisa que poderia ter sido feita com mais atenção ou mais cuidado:

1. Falta de Medalhas: Ano passado faltaram medalhas, havia um conjunto de medalhas "itinerantes" que os "responsáveis" pela "organização" conduziam aos locais de provas e jogos finais, elas eram usadas nas sessão de fotos e depois, pasmem, eram retiradas dos pescoços das crianças e levadas para um outro local para uma nova sessão de fotos.
Esse ano foi um pouco menos ruim, houve medalhas para alguns esportes e outros não, tenho conhecimento que a modalidade Futsal na categoria pré-mirim teve premiação, mas a modalidade Vôlei na categoria pré-mirim feminino não teve premiação.
Pra quem não conhece, a categoria pré-mirim é a de atletas até 10 anos de idade, são crianças que tem expectativas e que geralmente estão participando de uma competição escolar pela primeira vez, tem suas primeira experiência esportiva marcada pela frustração de não ter recebido sua medalha.
Não tem como colocar a culpa nos prazos ou nos fornecedores, ainda mais por 2 (dois) anos seguidos, os JEI's é um evento tradicional do esporte estudantil da cidade e que acontece há aproximadamente 4 décadas, portanto todos sabem que ele acontecerá, isso facilita, ou deveria facilitar o planejamento para que não faltasse nada para um vento tao importante para as crianças e adolescentes de Imperatriz e que só acontece uma vez por ano e que dura apenas 2 semanas.
Não há desculpas para isso...

2. Falta de equipe de primeiros socorros (GRAVÍSSIMO): Nos dias que acompanhei alguns jogos presencie situações em que os jovens atletas se machucavam, algo muito normal no esporte, nessas situações olhei para os lados e procurei uma equipe de primeiros socorros como as que se faziam presentes em outras edições dos JEI's, não a encontrei porque ela não existia, no local onde eu estava não havia equipe para atender emergências que podem acontecer em qualquer evento esportivo.
Isso é muito mais sério, ou melhor, mais grave do que a falta de medalhas, atendimento de primeiros socorros rápido e forma eficiente pode ser a diferença entre uma contusão comum e uma situação mais grave, inclusive impedir que aconteça uma fatalidade.
Não é exagero da minha parte falar em fatalidade, há alguns anos um adolescente teve um ataque cardíaco durante um treino de Futsal em uma escola na periferia de Imperatriz e veio a óbito, se isso ocorreu durante um treino ou aula de educação física, nada impede que venha a acontecer em uma competição escolar.
Nos casos em que presenciei os pais e os professores tiveram que improvisar atendimento às crianças.
Perguntei para outras pessoas que estavam em outros locais de competição e a resposta foi que também não havia equipe de primeiros socorros onde estavam.

3. Os Para-JEI's: Em uma das propagandas institucionais que divulgavam os JEI's foi divulgado que pela primeira vez seria realizado na cidade o Para-JEI's, um evento esportivo inclusivo destinado a pessoas especiais e com deficiência física.
Parabéns à Prefeitura e à Secretaria de Esportes por essa visão e compreensão do papel do esporte como ferramenta de inclusão social, mas esse evento pode até ser o primeiro realizado na cidade com esse nome, mas não é o primeiro a ser realizado na cidade com essa finalidade.
Lembrei que nos dois últimos anos da gestão Madeira à frente da Prefeitura de Imperatriz, quando o Secretário de Esportes era Saulo Dino foram feitos eventos de inclusão através do esporte, consultei Márcio Papel, que era o Secretário Adjunto na época e me confirmou o que pensava.
Também bisquei informações com o grande mestre Isnande Barros, que fez parte da equipe de Saulo e Márcio entre 2015 e 2016, e ele foi mais além, confirmou-me que na gestão de Jomar Fernandes foram realizadas 4 edições dos Jogos Especiais.
Portanto o Para-JEI's, evento cuja Secretaria de Esportes merece ser parabenizada, deve ser apoiado e reconhecido, mas não é o primeiro.

PENSO, LOGO EXISTO (René Descartes)...

PENSO, LOGO EXISTO (René Descartes)...

Seguem esse blog: